sicnot

Perfil

Eutanásia

Eutanásia

Eutanásia

Visita de Marcelo ao Vaticano com debate sobre a dignidade da vida humana

O Vaticano revelou hoje que foi feita uma referência especial ao debate na sociedade sobre a dignidade da vida humana e sobre a família no decurso da visita do Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa.

MIGUEL A. LOPES/LUSA

"No decurso da visita, a primeira ao estrangeiro do Presidente, depois do início do seu mandato, evidenciou-se o apreço pelas boas relações entre a Santa Sé e Portugal, bem como o contributo da Igreja para a vida do país, com uma referência especial ao debate na sociedade sobre a dignidade da vida humana e sobre a família", lê-se no comunicado, divulgado no sítio da internet do Vaticano, em italiano, espanhol, inglês e francês.

Marcelo Rebelo de Sousa foi recebido pelo Papa Francisco, a sós, durante cerca de meia hora, seguindo-se um encontro com o cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano, cargo equivalente ao de primeiro-ministro, tendo estado igualmente presente o arcebispo Paul Richard Gallagher, secretário para as relações com os estados.

A situação na Europa e no Mediterrâneo, em particular a questão migratória estiveram igualmente no centro das conversas, aponta o mesmo comunicado, tal como o Presidente da República português contou aos jornalistas, numa conferência de imprensa na residência da embaixada de Portugal junto da Santa Sé.

"Houve oportunidade de falar de inúmeras temáticas, que interessam à Santa Sé e interessam a Portugal. O processo europeu, nas questões que respeitam aos refugiados, à problemática da paz no Mundo, à situação vivida em vários continentes, aqueles em que Portugal tem numerosas e fortes comunidades portuguesas mas também países com os quais temos históricos laços ou de fraternidade e partilha de língua ou de relacionamento económico e social", disse Marcelo Rebelo de Sousa.

O Chefe de Estado português fez um balanço muito positivo da sua primeira visita no cargo, oito dias depois de tomar posse, e que, reiterou, se destinou à primeira entidade que reconheceu Portugal como estado independente.

Lusa

  • Passos começou a fazer oposição

    Bernardo Ferrão

    É inegável a habilidade política de António Costa mas no caso da TSU e do acordo de Concertação Social só cai quem quer. A verdade dos factos é que o primeiro-ministro fechou um acordo sabendo que não o podia cumprir. E agora tenta desviar-nos o olhar para o PSD, como se fosse ele o culpado, quando o problema está na geringonça. Antes de atacar Passos, Costa devia resolver os problemas em casa com o PCP e BE.

    Bernardo Ferrão

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.