sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Daesh reivindica autoria dos atentados

A mensagem foi difundida pela agência de notícias do próprio grupo terrorista e confirmada por um elemento dos Serviços Secretos do Iraque que, sob anonimato, confirmou que a operação foi planeada há dois meses, em Raqqa, no norte da Síria.

© Francois Lenoir / Reuters

Entretanto, o Governo belga já decretou três dias de luto nacional em memória das vitimas dos ataques desta manhã.

O último balanço dá conta de 34 mortos e cerca de duzentos feridos.

O presidente da Câmara de Bruxelas diz que a capital belga precisa de reforço policial.

De todo o mundo chegam mensagens de condolências e de solidariedade para com a Bélgica.

O primeiro-ministro francês defende a criação de uma base de dados de passageiros na aviação europeia. Já o presidente François Hollande condenou os ataques e disse que a Europa está em guerra.

  • Fuzileiros continuam no terreno a ajudar população
    3:03
  • Chef russo aconselha bife tártaro aos jogadores portugueses
    1:29
  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44
  • Desacatos no aeroporto de Faro deixam turistas britânicos em terra
    1:46

    País

    Cinco pessoas, que integravam o grupo de turistas britânicos que nos últimos dias causou desacatos em Albufeira, foram ontem impedidas de regressar a Inglaterra. Agressões no aeroporto e desacatos à entrada do avião levaram os comandantes de dois voos a recusar levar aqueles passageiros.