sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Donald Tusk condena ataques terroristas em Bruxelas

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, condenou hoje os ataques terroristas desta manhã em Bruxelas.

Virginia Mayo

"Estes ataques marcam um novo nível dos terroristas ao serviço do ódio e da violência", afirma Donald Tusk num comunicado em que se diz chocado com "a perda de várias vidas inocentes e os ferimentos provocados a muitas outras" pelas explosões no aeroporto de Zavantem e no bairro europeu da capital belga.

"As instituições europeias estão em Bruxelas graças à generosidade do Governo e do povo belgas. A União Europeia corresponde a essa solidariedade neste momento e vai cumprir o seu papel ajudando Bruxelas, a Bélgica e a Europa no seu conjunto a combater a ameaça terrorista que todos enfrentamos", afirma.

Pelo menos 21 pessoas morreram hoje em explosões no aeroporto de Zaventem e na estação de metro de Maalbeek, em Bruxelas, informou um porta-voz dos serviços de emergência.

A imprensa local cita relatos de uma explosão numa outra estação de metro, Schuman, mas essa informação não foi confirmada até ao momento.

Lusa

  • Portugueses e espanhóis protestam em Salamanca contra mina de urânio
    0:38

    País

    O Bloco de esquerda desafia o Governo português a exigir às autoridades espanholas uma avaliação do impacto ambiental da mina de urânio a 40 quilómetros da fronteira portuguesa. Este caso está gerar contestação entre os ambientalistas. Várias associações portuguesas participaram este sábado numa manifestação em Salamanca. A Quercus diz-se preocupada com o impacto da mina de urânio no território português.

  • PS e PSD querem acordo sobre fundos e descentralização até ao verão
    3:07
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de três armas da PSP, recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avança hoje que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • As gravações que provam que as autoridades conheciam o perfil violento de Nikolas Cruz
    1:35