sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Estados Unidos reforçam a segurança em metros e aeroportos

Os Estados Unidos reforçaram hoje a segurança nos principais aeroportos e linhas de metropolitano, na sequência dos atentados em Bruxelas que causaram pelo menos 34 mortos e uma centena de feridos.

© Scanpix Denmark / Reuters

Em Washington, as autoridades do metropolitano informaram, na rede social Twitter, que não existe qualquer ameaça específica ou credível, mas destacaram, como medida de precaução, patrulhas adicionais e aumentaram os efetivos que realizam inspeções com cães treinados para detetar explosivos e drogas.

A segurança foi também reforçada nos aeroportos de Nova Iorque e New Jersey, assim como no World Trade Center de Nova Iorque, de acordo com media'locais.

"O presidente Barack Obama foi informado esta manhã das explosões em Bruxelas. Funcionários norte-americanos estão e vão continuar a estar em contacto próximo com os homólogos belgas e daremos informações adicionais assim que possível", disse uma fonte da Casa Branca, que pediu o anonimato.

Obama encontra-se desde domingo em visita oficial a Cuba, onde deverá pronunciar hoje um discurso transmitido pela televisão e dirigido à população cubana.

Lusa

  • Ataque suicida no aeroporto de Bruxelas matou pelo menos 14 pessoas
    2:04

    Atentados em Bruxelas

    As duas explosões desta manhã no aeroporto de Bruxelas fizeram pelo menos 14 mortos e 35 feridos graves. Os números são avançados pelos meios de comunicação belgas, que dizem que se tratou de uma ataque suicida. Informação já confirmada pela Procuradoria. As medidas de segurança foram reforçadas: os transportes públicos fecharam e o espaço aéreo está encerrado. Sabe-se que ao todo morreram pelo menos 34 pessoas nos ataques ao aeroporto e ao metro em Bruxelas.

  • Terrorismo volta a abalar a Europa, 34 mortos em Bruxelas
    5:26

    Atentados em Bruxelas

    Pelo menos 34 mortos e pelo menos 200 feridos é o balanço de mais um atentado na Europa. Desta vez os alvos foram um aeroporto e uma estação de metro de Bruxelas. O terrorismo volta a abalar violentamente território europeu. As primeiras explosões ocorreram por volta das 7:00, hora de Lisboa, num dos principais aeroportos da capital belga.

  • Atentados no aeroporto e metro de Bruxelas

    Atentados em Bruxelas

    Bruxelas foi hoje alvo de ataques terroristas, o balanço de vítimas subiu para 34 mortos e mais de 200 feridos. Duas grandes explosões ocorreram ao início da manhã, às 8:00 locais (7:00 em Lisboa) no Aeroporto de Zaventem. Cerca de uma hora depois, uma nova explosão registou-se numa estação de metro Maelbeek, próximo do quarteirão das instituições europeias. Entre os feridos está uma portuguesa. O alerta antiterrorista está no nível máximo no país, a população foi aconselhada a ficar onde está.

  • Lesados do Banif confiaram "num sistema que os aldrabou"
    2:00
  • "Octávio Machado foi a terceira escolha" para o cargo
    2:01
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26
  • "Temos de melhorar o sistema de prevenção e combate dos incêndios"
    18:07

    País

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias, desta quinta-feira. Em análise esteve o chumbo do PCP na criação de um banco nacional de terras, a reforma da floresta em Portugal, as falhas no sistema de comunicação do SIRESP, a lei da rolha nos bombeiros, a seca no país e ainda a pesca da sardinha, que poderá vir a ser proibida durante 15 anos. 

    Entrevista SIC Notícias

  • Direita acusa presidente da Assembleia da República de não estar à altura do cargo
    2:06

    País

    O presidente da Assembleia da República está a ser novamente criticado pela oposição. Numa entrevista à Antena 1, Eduardo Ferro Rodrigues disse que não queria falar sobre o caso Galpgate para não causar espasmos à direita. Na reação, o CDS diz que a segunda figura do Estado deve abandonar as trincheiras partidárias. A direita acusa ainda que o presidente da Assembleia de não estar à altura do cargo.

  • "Sempre me senti em casa em Portugal"
    1:11