sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

Itália defende "estrutura unitária de defesa e segurança" na União Europeia

O primeiro-ministro de Itália, Matteo Renzi, defendeu hoje a criação de um "estrutura unitária de segurança e defesa" na União Europeia contra o terrorismo, no dia em que Bruxelas foi vítima de dois atentados reivindicados pelo Daesh.

© Eric Vidal / Reuters


"Para vencer o terrorismo a UE deve ir até ao final porque faz falta uma estrutura unitária de segurança e de defesa. Discute-se o tema da segurança comum desde 1954, a Europa deve fazer mais no plano interno", argumentou o primeiro-ministro italiano.

Para o presidente do governo italiano, que compareceu depois de presidir a uma sessão do Comité de Ordem e Segurança Nacional, "chegou o moento de dizer com clareza que a ameaça é global mas os assassinos são locais".

Por isso, argumentou, "é preciso um projeto de segurança, que não dê tréguas, que defenda a vida dos cidadãos europeus", mediante uma "estratégia lúcida e racional".

Criticando aqueles que "oferecem soluções milagrosas" e defendem o encerramento de fronteiras, Renzi disse: Quem cria ilusões e diz para fecharmos as fronteiras não se dá conta de que os inimigos já estão nas nossas cidades".

Na senda de reações aos atentados desta manhã em Bruxelas, o primeiro-ministro do Japão manifestou solidariedade e expressou a sua "indignação e comoção" numa missiva enviada ao seu homólogo belga, Charles Michel.

"O terrorismo nunca deve ser tolerado. Ofereço as minhas mais sentidas condolências àqueles que pereceram", disse o primeiro-ministro nipónico em declarações aos jornalistas ocidentais.

O rei de Marrocos, Mohamed VI, também ligou hoje ao seu homólogo belga para expressar as suas condolências e manifestou "a mais enérgica condenaçao destes atos terroristas".

Bruxelas foi hoje de manhã abalada por dois atentados, com duas explosões no aeroporto e uma no metro da capital da Bélgica, que fizeram pelo menos 34 mortos e dezenas de feridos.

A procuradoria belga já confirmou que, no caso do aeroporto, tratou-se de um atentado terrorista suicida.

O nível de alerta terrorista na Bélgica foi elevado para quatro, o máximo da escala.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.