sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Jean-Claude Juncker diz que terrorismo "afeta mas não assusta" a Europa

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse hoje que os atentados, em Bruxelas, "afetam mas não assustam" a Europa, apelando à "união face ao terror".

© Yves Herman / Reuters

"Estes acontecimentos tocam-nos mas não nos assustam. Continuamos o nosso trabalho conjunto para lidar com a ameaça terrorista e para dar respostas europeias a questões que dizem respeito a todos", salientou Juncker, em comunicado.

"Estes ataques afetam Bruxelas hoje. A Europa como um todo está envolvida. A União Europeia e as instituições devem e permanecerão unidas em face do terror", disse ainda.

O líder do executivo comunitário apresentou as condolências "à população de Bruxelas, aos numerosos feridos e aos familiares e próximos das pessoas injustamente afetadas" pelas explosões no aeroporto internacional de Zaventem e na estação do metropolitano de Maalbeek, em pleno "bairro europeu".

Pelo menos 34 pessoas morreram e perto de duas centenas ficaram feridas nas três explosões de um atentado já reivindicado pelo Daesh.

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC