sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Jean-Claude Juncker diz que terrorismo "afeta mas não assusta" a Europa

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse hoje que os atentados, em Bruxelas, "afetam mas não assustam" a Europa, apelando à "união face ao terror".

© Yves Herman / Reuters

"Estes acontecimentos tocam-nos mas não nos assustam. Continuamos o nosso trabalho conjunto para lidar com a ameaça terrorista e para dar respostas europeias a questões que dizem respeito a todos", salientou Juncker, em comunicado.

"Estes ataques afetam Bruxelas hoje. A Europa como um todo está envolvida. A União Europeia e as instituições devem e permanecerão unidas em face do terror", disse ainda.

O líder do executivo comunitário apresentou as condolências "à população de Bruxelas, aos numerosos feridos e aos familiares e próximos das pessoas injustamente afetadas" pelas explosões no aeroporto internacional de Zaventem e na estação do metropolitano de Maalbeek, em pleno "bairro europeu".

Pelo menos 34 pessoas morreram e perto de duas centenas ficaram feridas nas três explosões de um atentado já reivindicado pelo Daesh.

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14