sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Medidas de segurança reforçadas em toda a França

As medidas de segurança foram hoje reforçadas nos aeroportos e estações ferroviárias em Paris e em toda a França, após as explosões ocorridas hoje em Bruxelas, avançou a polícia.

© Reuters TV / Reuters

A implantação completa das medidas de segurança está em andamento em todos os oito terminais do aeroporto Charles de Gaulle e nas suas duas estações rodoviárias, que reforçaram os controlos nos comboios que chegam de Bruxelas, disse uma fonte aeroportuária à agência de notícias francesa France Presse.

Patrulhas adicionais foram ainda reforçar a segurança no aeroporto de Orly, no sul de Paris, bem como o sul da cidade de Toulouse.

A segurança foi igualmente reforçada em todas as estações ferroviárias e de transportes públicos na capital parisiense, acrescentaram fontes policiais.

O Presidente francês, François Hollande, realizou uma reunião com o seu primeiro-ministro e o ministro do Interior para discutir as explosões ocorridas em Bruxelas, que fizeram pelo menos 13 mortos e 35 feridos.

As medidas de segurança foram igualmente reforçadas nos aeroportos de Gatwick, em Londres, de Frankfurt, na Alemanha, bem como no aeroporto holandês.

Segundo um testemunho citado pela rádio pública RTBF, as explosões no aeroporto de Bruxelas tiveram lugar cerca das 08:00 locais (07:00 em Lisboa) perto de uma porta de embarque para os Estados Unidos, onde estavam muitos passageiros. A testemunha descreve "muitas pessoas ensanguentadas".

Entretanto, ocorreu mais uma explosão junto à estação de metro de Maelbeek, e, segundo a rádio belga, terá ocorrido uma outra explosão no metro na estação de Schuman, junto ao edifício da Comissão Europeia, em Bruxelas.

Lusa

  • Maratona da democracia em Barcelona
    1:18

    New Articles

    Na Catalunha, milhares de pessoas alimentam o braço de ferro com Madrid. Em Barcelona decorre a maratona pela democracia decorre na Praça da Universidade. A iniciativa repete-se noutros 300 municípios da região.

  • Primeiro-ministro admite que retatório sobre Tancos possa ser "fabricado"
    2:06

    País

    O primeiro-ministro garante que o relatório divulgado pelo expresso sobre o desaparecimento de armas em Tancos não é de nenhum organismo oficial e admite até que possa ser fabricado. Costa critica ainda o líder do PSD por comentado uma notícia que não confirmou. As Forças Armadas também negaram a existência de qualquer relatório sobre Tancos que o Expresso reafirma existir e ser verdadeiro.

  • Primeiro-ministro admite que retatório sobre Tancos possa ser "fabricado"
    2:06

    País

    O primeiro-ministro garante que o relatório divulgado pelo expresso sobre o desaparecimento de armas em Tancos não é de nenhum organismo oficial e admite até que possa ser fabricado. Costa critica ainda o líder do PSD por comentado uma notícia que não confirmou. As Forças Armadas também negaram a existência de qualquer relatório sobre Tancos que o Expresso reafirma existir e ser verdadeiro.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.