sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Ministro israelita acusa Europa de ter ignorado perigo

Um ministro israelita acusou hoje a Europa de ter ignorado o perigo de "células terroristas islamitas" no seu solo e ter preferido criticar Israel.

"Repito: vários são aqueles na Europa que preferiram dedicar-se à loucura de condenar Israel, colocar etiquetas nos seus produtos e a boicotar, enquanto no mesmo momento, sob o nariz dos cidadãos do continente, cresciam milhares de células terroristas extremistas islamitas", afirmou o ministro da Ciência, Tecnologia e Espaço, Ofir Akunis, numa reação aos atentados de Bruxelas, na sua página na rede social Facebook.

Akunis, considerado próximo do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, referia-se à decisão da UE de rotular os produtos provenientes dos colonatos judaicos nos territórios palestinianos para os distinguir dos fabricados em Israel.

A UE denuncia regularmente a colonização judaica nos territórios palestinianos, que considera ilegal.

Uma grande parte da direita israelita denunciou esta rotulagem como um boicote contra Israel, o que a UE negou.

"Para nosso grande desgosto, a realidade atingiu dezenas de inocentes", disse, ao apresentar as suas condolências aos belgas e aos familiares das vítimas.

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC