sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

PS pede combate ao terrorismo com os meios do Estado de Direito

O PS defendeu hoje que os fenómenos do terrorismo têm de ser combatidos com os meios próprios do Estado de Direito e salientou que muitos dos refugiados fogem precisamente da violência que agora atacou a capital belga.

© Christian Hartmann / Reuters

Esta posição foi transmitida pelo vice-presidente da bancada socialista Pedro Delgado Alves na Assembleia da República, antes da aprovação de um voto de pesar pelo parlamento em consequência dos atentados terroristas em Bruxelas, numa sessão a que assistiu o embaixador da Bélgica em Portugal, Boudewijn Dereymaerker.

Na sua intervenção, Pedro Delgado Alves defendeu que os fenómenos do terrorismo "têm de ser combatidos com os meios do Estado de Direito, com os meios que permitem reforçar a cooperação policial entre os diferentes países e que combatem a exclusão social - exclusão social que alimenta os fundamentalismos e os extremismos".

"Infelizmente acrescentamos hoje Bruxelas, a Nova Iorque, Paris, Madrid, Londres, Bagdade, Telavive, Beirute, Istambul, Moscovo ou Damasco, a tantas cidades que lidam com o fenómeno do terrorismo. Partilhamos os mesmos dramas, os mesmos valores e morremos da mesma maneira indistintamente de sermos belgas ou portugueses, flamengos ou valões, emigrados ou naturais, cristãos ou ateus, judeus ou muçulmanos, pobres ou ricos. Morremos todos da mesma maneira", sustentou o dirigente do PS.

Pedro Delgado Alves referiu depois que os terroristas "não escolhem as suas vítimas" e fez uma alusão ao fenómeno dos refugiados.

"Somos todos alvos da mesma barbárie. Num momento em que a Europa se confronta com aqueles que nas nossas cidades e portos fogem de conflitos violentos, temos que recordar e não perder o sentido de humanidade face a pessoas que sofrem há mais tempo do que nós o mesmo. Temos hoje mais em comum com aqueles que tiveram de fugir de Damasco ou de Alepo", considerou o vice do Grupo Parlamentar do PS.

Lusa

  • Chamas passaram por cima da A23
    1:06

    País

    A A23 esteve cortada ao longo do dia por causa do fumo e das chamas. Em direto para a SIC Notícias, perto das 18h30, os repórteres da SIC presenciaram o momento em que o fogo passou por cima da autoestrada da Beira Interior.

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira