sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

Patriarca de Lisboa expressou "condolências e solidariedade em memória das vítimas"

O cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, numa mensagem difundida pelo portal de vídeo youtube, expressou as suas "condolências e solidariedade em memória das vítimas", dos ataques registados hoje em Bruxelas.

TIAGO PETINGA

"Depois uma palavra de serenidade. Serenidade, porque, em momentos destes, todos nós, como concidadãos da Europa, também de Bruxelas, neste dia, temos de manter bem viva, aquela que é a nossa herança, que temos de transportar em termos de Direitos Humanos, de dignidade de todos e de cada um, de respeito pelas leis, e de nos mantermos fiéis àquilo que, como europeus, nos constituiu melhor", afirma o prelado.

Manuel Clemente advertiu que não devemos "confundir as coisas, olhando estes acontecimentos como realidades mais gerais, do que são; eles são protagonizados por grupos radicalizados que não se podem confundir com populações, com etnias ou com religiões".

"Com esta serenidade, vamos continuando a construir a nossa cidade e a nossa civilização europeia, com os valores que estiveram na sua origem, e que nenhum de nós quer deixar ficar para trás", rematou o cardeal-patriarca.

O Daesh assumiu formalmente responsabilidade pelos atentados de hoje, em Bruxelas, num comunicado em que ameaça os países que combatem os jihadistas com ataques "mais duros e mais amargos".

Pelo menos 34 pessoas morreram e perto de 200 ficaram feridas em dois ataques efetuados hoje de manhã, no aeroporto de Zaventem e na estação de metropolitano de Maelbeek, em Bruxelas, segundo um balanço provisório das autoridades belgas.

As três explosões foram qualificadas pelas autoridades belgas como atentados terroristas.

O nível de alerta terrorista na Bélgica foi elevado para quatro, o máximo da escala.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.