sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Polícia holandesa aumenta segurança nas estações de comboio

A polícia holandesa informou hoje que aumentou o nível de segurança nas estações de comboio das maiores cidades do país, assim como nas ligações internacionais, depois dos atentados ocorridos em Bruxelas.

Interior da estação de metro de MAelbeek, Bruxelas, após a explosão

Interior da estação de metro de MAelbeek, Bruxelas, após a explosão

@polatra

"Também se aumentou a segurança nas estradas que fazem ligação com a Bélgica" e a vigilância nas fronteiras e aeroportos, referiu, em comunicado, a polícia.

No comunicado, a polícia disse também que na estação central de Amesterdão agentes realizaram um disparo de advertência depois de terem detetado vários homens suspeitos e armados no local.

O incidente não tem qualquer ligação com os atentados de Bruxelas, sublinhou.

As forças de segurança informaram também que detiveram três pessoas, que circulavam num veículo, depois de uma perseguição pela cidade, mas sem precisar as razões para a detenção.

Amesterdão está em estado de alerta depois do duplo atentado terrorista em Bruxelas, que provocou 35 mortos e mais de 200 feridos.

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras