sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas

Primeiras imagens dos ataques em Bruxelas surgiram nas redes sociais

Primeiras imagens dos ataques em Bruxelas surgiram nas redes sociais

As redes sociais têm sido inundadas com várias imagens dos ataques desta manhã, em Bruxelas, Muitas fotografias e vídeos foram colocadas momentos depois das primeiras explosões no aeroporto.

  • Estação de metro alvo de ataque situada em pleno centro de Bruxelas
    2:00

    Atentados em Bruxelas

    Uma portuguesa de 30 anos ficou hoje ferida na explosão ocorrida hoje na estação de metro de Maalbeek, disse à Lusa o secretário de Estado português das Comunidades. A jovem, natural de Coimbra "encontra-se fora de perigo", foi assistida no hospital e já está em casa. Ainda a cidade estava a tentar perceber o que tinha acontecido no aeroporto e uma nova explosão na estação de metro de Maalbeek, muito perto da zona onde estão sediadas as instituições europeias. O ultimo balanço dá conta de mais de cerca de 20 vítimas mortais.

  • Ataque suicida no aeroporto de Bruxelas matou pelo menos 14 pessoas
    2:04

    Atentados em Bruxelas

    As duas explosões desta manhã no aeroporto de Bruxelas fizeram pelo menos 14 mortos e 35 feridos graves. Os números são avançados pelos meios de comunicação belgas, que dizem que se tratou de uma ataque suicida. Informação já confirmada pela Procuradoria. As medidas de segurança foram reforçadas: os transportes públicos fecharam e o espaço aéreo está encerrado. Sabe-se que ao todo morreram pelo menos 34 pessoas nos ataques ao aeroporto e ao metro em Bruxelas.

  • Terrorismo volta a abalar a Europa, 34 mortos em Bruxelas
    5:26

    Atentados em Bruxelas

    Pelo menos 34 mortos e pelo menos 200 feridos é o balanço de mais um atentado na Europa. Desta vez os alvos foram um aeroporto e uma estação de metro de Bruxelas. O terrorismo volta a abalar violentamente território europeu. As primeiras explosões ocorreram por volta das 7:00, hora de Lisboa, num dos principais aeroportos da capital belga.

  • "O efeito multiplicador de um ataque deste género é gigantesco"
    3:10

    Atentados em Bruxelas

    Miguel Monjardino analisa os acontecimentos desta manhã em Bruxelas. O especialista em assuntos internacionais considera que os atentados da capital belga refletem a alteração que se tem verificado no "modus operandi" dos grupos terroristas. Monjardino refere que os atentados suicidas ultimamente têm tido como alvo locais onde se concentram muitas pessoas e que, com frequência, os meios e explosivos usados são pouco sofisticados. "O efeito multiplicador de um ataque deste género é gigantesco", realçou o comentador.

  • Santana diz que Marcelo por vezes faz de conta que é primeiro-ministro
    1:12

    País

    Santana Lopes diz que a expectativa que Passos Coelho criou sobre o mau desempenho do Governo se está a virar-se contra ele. Numa entrevista ao jornal Expresso deste sábado, o ex-primeiro-ministro e ex-presidente da Câmara Municipal de Lisboa considera contudo que Passos Coelho ainda poderá ganhar as próximas eleições. Sobre Marcelo, o atual provedor da Santa Casa da Misericórdia diz que por vezes faz de conta que é o primeiro-ministro.

  • Coala do Zoo de Duisburg viaja para Lisboa 

    País

    A SIC acompanhou, em exclusivo, a transferência de uma coala do Zoo de Duisburg, na Alemanha, para o Jardim Zoológico de Lisboa. O animal foi transportado pela TAP e batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Uma reportagem para ver mais logo no Jornal da Noite da SIC.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Caravana com cinzas de Fidel chega este sábado a Santiago de Cuba
    2:01
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.