sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Terceira bomba no aeroporto de Bruxelas desativada pela polícia

Três bombas foram introduzidas no aeroporto de Bruxelas onde hoje de manhã duas explosões mataram 14 pessoas, mas uma delas não explodiu e foi desativada pela polícia, anunciou o governador da província, Lodewijk De Witte.

© Vincent Kessler / Reuters

Uma equipa de desminagem procedeu ao início da tarde à explosão controlada de um objeto suspeito detetado na zona de partidas do aeroporto Zaventem, onde pelo menos 14 pessoas morreram e perto de 100 ficaram feridas em duas explosões.

Esse episódio deveu-se ao facto de "três bombas terem sido introduzidas no edifício, uma das quais não explodiu", disse o governador da província de Brabante Flamengo, que circunda a região de Bruxelas, numa conferência de imprensa no aeroporto transmitida pela televisão.

Bruxelas foi hoje alvo de dois atentados, um no aeroporto e outro numa estação de metro do centro da cidade.

Segundo o mais recente balanço provisório das autoridades, 34 pessoas morreram e perto de 200 ficaram feridas nos dois ataques.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22