sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

"A minha principal prioridade é derrotar o Daesh"

O Presidente dos EUA manifestou hoje de novo a sua tristeza pelos atentados em Bruxelas e apelou ao mundo que se mantenha "unido" na luta contra o Daesh, o grupo terrorista que Obama promete combater até ser eliminado da Síria e do Iraque.

© POOL New / Reuters

"O mundo deve estar unido contra o terrorismo (...) Nós podemos e iremos derrotar aqueles que ameaçam a segurança, não apenas da nossa população, mas do mundo inteiro", declarou Obama durante uma conferência de imprensa em Buenos Aires, onde chegou hoje após a visita histórica a Cuba.

"Os Estados Unidos continuarão a oferecer todo o apoio para investigar estes ataques e trazer à Justiça os atacantes", garantiu, referindo-se aos atentados de ontem em Bruxelas.

"Continuaremos a combater o Daesh agressivamente até o expulsar da Síria e do Iraque e o eliminarmos", prometeu o chefe de Estado.

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22