sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Aeroporto de Seul reforça segurança após ataques em Bruxelas

O Aeroporto Internacional de Incheon, o maior da Coreia do Sul e a principal porta de entrada em Seul, reforçou hoje a segurança devido aos atentados de terça-feira em Bruxelas, que causaram a morte de 34 pessoas.

© Ho New / Reuters

As autoridades destacaram cerca de 700 agentes para o aeroporto para fazer frente a possíveis situações de emergência, incluindo membros de unidades de desativação de explosivos e luta contra o terrorismo, informou a agência de notícias sul-coreana Yonhap.

Foram também reforçadas as inspeções de segurança, agora aplicadas de forma mais restrita, com procedimentos para comprovar a identidade dos passageiros. Os trabalhadores do aeroporto também estão a ser submetidos a verificações.

Este aeroporto, localizado na ilha de Yeongjong, a 60 quilómetros de Seul, tinha ativado o nível três, de cinco, de alerta de segurança desde os atentados em Paris, em novembro de 2015.

Com quase 50 milhões de passageiros no ano passado, Incheon é um dos aeroportos mais movimentados do continente asiático.

Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.