sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Aeroporto de Zaventem encerrado a voos comerciais até sábado

O aeroporto internacional de Bruxelas-Zaventem, fechado terça-feira de manhã após um ataque suicida no terminal de partidas, vai permanecer encerrado para voos comerciais pelo menos até sábado, indicou uma porta-voz da sociedade gestora do aeroporto.

Foto publicada no Twitter do aeroporto de Bruxelas.

Foto publicada no Twitter do aeroporto de Bruxelas.

@D_Schwarzer

"O aeroporto está fechado para passageiros até sexta-feira inclusive", disse, em declarações à agência noticiosa France Presse, a porta-voz da Brussels Airport, Anke Fransen.

"Não podemos dizer com certeza se os voos comerciais vão ser restabelecidos no sábado", referiu a mesma porta-voz, acrescentando, no entanto, que os voos de carga e privados poderiam ser retomados "a partir de agora".

A representante indicou ainda que durante este período de tempo as companhias aéreas devem "organizar soluções alternativas".

Três explosões registadas na terça-feira em Bruxelas, duas no aeroporto internacional de Zaventem e uma na estação de metro de Maelbeek, fizeram pelo menos 31 mortos e 270 feridos.

O Daesh reivindicou os ataques na capital belga, a sede das instituições europeias.

As autoridades belgas admitiram hoje que a identificação das vítimas dos atentados poderá ser um longo processo. Entre os mortos e os feridos figuram várias dezenas de nacionalidades.

"Existem provavelmente entre os mortos e os feridos (nas explosões no aeroporto e no metro) mais de 40 nacionalidades diferentes", declarou esta quarta-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros belga, Didier Reynders, à televisão pública RTBF.

Também em declarações à RTBF, o porta-voz da polícia federal belga, Michael Jonniaux, explicou que a identificação das vítimas está a ser "complicada porque foram explosões particularmente violentas e também porque existem muitos estrangeiros".

"Não podemos permitir nenhum erro", acrescentou o porta-voz, reconhecendo que "as famílias têm o direito de fazer o mais rápido possível as homenagens aos seus entes queridos".

Lusa

  • Segundo suicida do aeroporto de Bruxelas identificado

    Atentados em Bruxelas

    O segundo suicida do aeroporto de Bruxelas foi identificado como Najim Laachraoui, segundo o jornal francês Le Monde e vários média belgas. A informação foi corroborada por fontes policiais citadas pela agência France Press. O suspeito, que terá também ligações aos ataques de Paris, já tinha sido hoje apontado como o terceiro homem em fuga e procurado pelas autoridades.

  • O dia depois dos atentados em Bruxelas
    1:49

    Atentados em Bruxelas

    Um dia depois das explosões que mataram 31 pessoas em Bruxelas, a polícia e o exército mantêm a segurança reforçada na capital belga. A circulação dos transportes públicos foi retomada com algumas perturbações. Os cidadãos tentam voltar à normalidade e as autoridades belgas apelam à reabertura do comércio e outros serviços. O aeroporto de Bruxelas vai continuar fechado pelo menos até amanhã.

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.