sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Chefe da diplomacia dos EUA na Bélgica esta sexta-feira

O secretário de Estado norte-americano vai na sexta-feira a Bruxelas para apresentar as condolências dos Estados Unidos após os atentados na capital belga e encontrar-se com os responsáveis belgas e europeus, divulgou hoje um porta-voz.

© MAXIM ZMEYEV / Reuters

John Kerry "desloca-se a Bruxelas, na Bélgica, na sexta-feira para expressar formalmente as condolências dos Estados Unidos pela perda de vidas nos atentados terroristas de ontem [terça-feira] e para reunir-se com as autoridades belgas e os responsáveis da União Europeia (UE)", afirmou o porta-voz do chefe da diplomacia norte-americana, John Kirby, em Moscovo, onde o secretário de Estado está em visita.

O chefe da diplomacia norte-americana "vai reiterar o forte apoio dos Estados Unidos aos esforços belgas, tanto para investigar estes ataques como para continuar a contribuir para os esforços internacionais na luta contra o extremismo violento", disse Kirby.

Três explosões registadas na terça-feira em Bruxelas - duas no aeroporto internacional de Zaventem e uma na estação de metro de Maelbeek -- fizeram pelo menos 31 mortos e 270 feridos, de várias nacionalidades.

O Estado Islâmico reivindicou os ataques na capital belga, a sede das instituições europeias.

Segundo o Departamento de Estado, uma dúzia de cidadãos norte-americanos ficaram feridos nos atentados.

O vice-presidente norte-americano Joe Biden sublinhou hoje, ao assinar um livro de condolências na Embaixada da Bélgica em Washington, que os belgas "vão triunfar" face ao 'jihadismo'.

Também afirmou, em nome do Presidente Barack Obama, que os Estados Unidos estão "prontos a fornecer todos os meios ao nível dos serviços de informações, tecnologia e de tudo aquilo que possa ter um valor acrescentado" para os esforços belgas.

Lusa

  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27
  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.