sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Detido em Anderlecht não é o terceiro suspeito dos atentados

Em atualização

As autoridades belgas confirmam que Najim Laachraoui não foi detido hoje e que continuam à procura de um suspeito dos ataques de ontem, que ainda também ainda não identificado. Segundo a TF1, os irmãos El Bakraoui, que se fizeram explodir no aeroporto e no metro, quiseram vingar-se pela detenção de Salah Abdeslam.

BELGIAN FEDERAL POLICE / HANDOUT

Última atualização às 12:25

Afinal o homem detido, esta manhã, em Anderlecht não é Najim Laachraoui nem o terceiro homem alegadamente envolvido nos ataques. De acordo com os media belgas, foi, de facto, detido um homem pelas autoridades mas desconhecem-se as ligações aos suspeitos dos atentados em Bruxelas.

A procuradoria belga indica que continua à procura de um suspeito dos ataques ao aeroporto e que ainda não o identificaram.

Esta manhã, a imprensa afiantou que esse terceiro suspeito seria Najim Laachraoui, nome conhecido na semana passada e relacionado aos ataques de Paris e Salah Abdeslam, atualmente detido.

Najim Laachraoui era conhecido sob o nome falso de Soufiane Kayal. Terá sido ele a fabricar os engenhos explosivos para o massacre na capital francesa.

Irmãos bombistas sucidas

Os outros dois autores conhecidos dos atentados de Bruxelas, são dois irmãos belgas: Khalid e Brahim El Bakraoui e estavam referenciados pela polícia por ligações ao crime organizado.

De acordo com a televisão pública belga, Brahim fez-se explodir no Aeroporto de Zaventem e Khalid detonou a bomba no metropolitano em Maelbeek.

Khalid El Bakraoui tinha alugado uma casa num bairro belga que na semana passada foi alvo de uma operação policial.

Os dois irmãos são também apontados como tendo ligação a Salah Abdeslam, detido por suspeita de ligação aos ataques de novembro em Paris.

  • Família Aveiro na inauguração do Aeroporto Cristiano Ronaldo
    2:34

    País

    A decisão de dar o nome de Cristiano Ronaldo ao aeroporto da Madeira divide opiniões. Contudo, na cerimónia de inauguração desta quarta-feira só se ouviram aplausos. Os madeirenses juntaram-se à porta do aeroporto para ver e receber o melhor jogador do mundo. Também a família do jogador esteve na Madeira para apoiar Ronaldo.

  • A (polémica) mudança de nome do aeroporto da Madeira
    2:00

    País

    O aeroporto da Madeira é desde esta quarta-feira aeroporto Cristiano Ronaldo. O Presidente da República e o primeiro-ministro estiveram juntos na homenagem ao futebolista. A alteração não é consensual entre os madeirenses.

  • O busto de Ronaldo que virou piada no mundo inteiro
    2:04

    País

    No dia em que foi formalizado o novo nome do aeroporto da Madeira, foi também conhecido o busto em bronze de Cristiano Ronaldo e que, desde logo, começou a provocar reações em todo o mundo. As críticas da imprensa internacional não são propriamente positivas e a internet aproveitou para dar contornos humorísticos à criação.

  • A história de um dos maiores fãs de Cristiano Ronaldo
    5:52

    Desporto

    Um dos maiores fãs de Cristiano Ronaldo não perdeu a oportunidade de se deslocar à Madeira, para conhecer o ídolo e o local onde Cristiano nasceu e cresceu. Lucas Mendes é brasileiro, tem apenas 23 anos e criou a página de fãs de Ronaldo mais seguida no Brasil.

  • Os seus descontos para a Segurança Social estão em ordem?
    7:50
    Contas Poupança

    Contas Poupança

    4ª FEIRA JORNAL DA NOITE

    Os portugueses estão cada vez mais preocupados com a reforma. O valor que se vai receber depende dos descontos que se fizerem para a Segurança Social. Mas há contabilistas que cometem burlas com o dinheiro dos clientes, há esquecimentos, e empresas que deixam de pagar as contribuições por falta de verbas. O Contas Poupança explica-lhe como pode ver neste instante se todos os seus descontos estão nos cofres da Segurança Social, e corrigir algum erro antes que seja tarde demais.

  • "Não há razão para fingirmos que hoje é um dia feliz"
    1:55

    Brexit

    Depois de receber esta quarta-feira a notificação do Brexit, o presidente do Conselho Europeu antecipou negociações difíceis. Donald Tusk diz que agora é preciso minimizar os prejuízos para os cidadãos europeus e para as empresas.

  • "Não há recuo possível"
    2:30

    Brexit

    O processo de saída do Reino Unido da União Europeia começou esta quarta-feira, com a ativação do artigo 50.º do Tratado de Lisboa. A notificação de Theresa May foi feita por carta a Donald Tusk e a primeira-ministra disse que não recuo possível. O processo de negociações levará dois anos e a saída do Reino Unido da União Europeia ficará concluída em 2019.