sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas

Polícia encontrou explosivos em apartamento de Schaerbeek

Polícia encontrou explosivos em apartamento de Schaerbeek

As autoridades belgas encontraram material explosivo na morada de onde terão saído ontem os três suspeitos dos atentados. Os dados foram divulgados à polícia pelo taxista que transportou os três homens.

A polícia encontrou 15 quilos de explosivos e vários materiais para o fabrico de bombas no apartamento de Schaerbeek de onde partiram os autores do ataque ao aeroporto de Bruxelas, informou hoje o procurador belga.

Como tinha sido avançado pela imprensa, o procurador, Frédéric Van Leeuw, indicou que foi uma informação dada pelo taxista que transportou os presumíveis terroristas para o aeroporto que permitiu às autoridades identificar a residência ocupada pelos suspeitos em Schaerbeek.

"15 quilos de explosivos do tipo TATP foram encontrados, 150 litros de acetona, um detonador, malas cheias de pregos, ventiladores e outros materiais", disse numa conferência de imprensa em Bruxelas.

Os explosivos do tipo TATP têm sido frequentemente usados por membros do grupo Estado Islâmico, que reivindicou os atentados de terça-feira no aeroporto de Zaventem e na estação de metro de Maelbeek, em Bruxelas.

Por outro lado, e contrariamente ao que foi noticiado, o procurador afirmou que nenhuma arma, branca ou de fogo, foi encontrada no aeroporto.

Evocando o filme dos acontecimentos do dia de terça-feira, o procurador indicou que a primeira explosão no aeroporto ocorreu às 07:58 locais (06:58 em Lisboa) e a segunda 37 segundos depois.

Van Leeuw estabeleceu o balanço provisório de vítimas em 31 mortos e 270 feridos.

"Este número pode ainda infelizmente evoluir nas próximas horas", disse, referindo-se ao facto de haver vários feridos em estado crítico.

Com Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.