sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

Polícia federal dos EUA e de Nova Iorque vai para Bruxelas

Uma delegação das polícias federal norte-americana (FBI, na sigla em Inglês) e nova-iorquina vai deslocar-se a Bruxelas, anunciou hoje à noite o responsável policial da luta antiterrorista em Nova Iorque, John Miller.

© Adrees Latif / Reuters

A razão avançada é a existência de norte-americanos entre as vítimas dos atentados de hoje na capital belga.

"Porque há vítimas norte-americanas e pessoas dos EUA nos atentados na Bélgica, vai ser um inquérito do FBI, proveniente da força conjunta antiterrorista de Nova Iorque", declarou Miller, durante uma conferência de imprensa.

O responsável acrescentou que a delegação pode partir "já esta noite ou amanhã (quarta-feira)".

Quatro missionários mórmones ficaram feridos, dos quais três gravemente, segundo esta igreja, e um militar da Força Aérea norte-americana, segundo esta, devido aos atentados.

O Departamento de Estado recusou dar um número exato das vítimas norte-americanas.

"Temos estado em contacto permanente com os nossos parceiros do outro lado do Atlântico" desde os atentados, indicou Miller.

Os atentados hoje de manha no aeroporto de Bruxelas e no metro provocaram 34 mortos e mais de 200 feridos.

Lusa

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.