sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

Seleção belga de futebol volta a cancelar treino

A seleção belga de futebol, que recebe Portugal a 29 de março, em jogo particular agendado para Bruxelas, voltou hoje a cancelar um treino, na sequência dos atentados de terça-feira.

© Yiannis Kourtoglou / Reuters

A sessão estava marcada para as 11:00 locais, no estádio Rei Balduíno, palco do encontro de 29 de março, mas a federação belga decidiu por um novo cancelamento.

"Continuamos em permanente contacto com a federação portuguesa. Tentámos também esclarecimentos junto das autoridades, mas é lógico que neste momento estão ocupadas com problemas muito mais urgentes. Assim que for possível, comunicaremos, provavelmente ainda hoje, mais informações sobre o programa da seleção", informou a federação belga, em comunicado.

Segundo a imprensa belga, a FPF terá proposto que o jogo se disputasse em Portugal, uma alternativa que não é do agrado do selecionador da Bélgica, Marc Wilmots.

Na terça-feira, Bruxelas foi atingida por três explosões, duas no aeroporto internacional de Zaventem e outra no metro, causando a morte de pelo menos 34 pessoas e ferindo 200.

Os atentados foram reivindicados pelo grupo extremista Daesh.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.