sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Aeroporto de Bruxelas encerrado pelo menos até domingo

O aeroporto internacional de Bruxelas-Zaventem vai permanecer encerrado para voos comerciais pelo menos até domingo, anunciou hoje a sociedade gestora do aeroporto.

© Francois Lenoir / Reuters

Na quarta-feira à tarde, a Brussels Airport tinha informado que o aeroporto internacional de Zaventem, fechado desde terça-feira de manhã após um ataque suicida no terminal de partidas, ia estar encerrado ao tráfego de passageiros pelo menos até sábado.

Ainda na quarta-feira, a empresa informou que os voos de carga e privados iam ser retomados.

"Os voos de passageiros de e para o aeroporto de Bruxelas estão suspensos até domingo, 27 de março, inclusive", escreveu a Brussels Airport na rede social Twitter.

"Existem muitos danos e não temos acesso ao edifício enquanto a investigação está em curso", acrescentou a sociedade gestora.

Ainda no Twitter, a empresa informou que começou a devolver as bagagens dos passageiros que estavam no aeroporto no dia do atentado suicida.

A Brussels Airport convidou ainda os utentes a entrarem em contacto com as respetivas companhias aéreas, tendo em conta o fim de semana da Páscoa, que marca o início de duas semanas de férias escolares na Bélgica.

O aeroporto de Zaventem começou a operar na década de 1940 e é um dos mais movimentados na Europa.

No ano passado, mais de 23 milhões de passageiros chegaram e partiram deste aeroporto, tornando-o o 21.º aeroporto mais movimentado na Europa. Cerca de 20 mil pessoas trabalham neste aeroporto.

Três explosões foram registadas na terça-feira em Bruxelas: duas no aeroporto internacional de Zaventem e uma na estação de metro de Maelbeek, junto às instituições europeias, no centro da capital belga.

Os atentados fizeram pelo menos 31 mortos e 300 feridos, dos quais 150 permanecem hospitalizados, incluindo 61 nos cuidados intensivos.

O grupo extremista Daesh reivindicou os ataques na capital belga.

Com Lusa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espirito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espirito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Mais de 60% dos jovens não usam preservativo e 1/4 acredita que SIDA transmite-se pelos talheres
    1:42
  • Há mais um suspeito do massacre de Las Vegas 
    0:27

    Mundo

    Em outubro passado, Stephen Paddock abriu fogo sobre os espetadores de um concerto de música country, em Las Vegas, matando 58 pessoas e ferindo quase 500, no mais sangrento tiroteio da história norte-americana recente. A novidade é que a polícia federal dos EUA abriu uma investigação sobre um segundo suspeito no tiroteio. A Polícia Metropolitana disse que não há ainda um motivo para o tiroteio mas aponta como uma das possíveis razões o facto de Stephen Paddock ter perdido uma grande quantia de dinheiro. Os investigadores descobriram ainda que o atirador possuía pornografia infantil no seu computador.