sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

PM belga recusa demissão de ministros do Interior e Justiça

O primeiro-ministro belga, Charles Michel, recusou hoje os pedidos de demissão dos ministros do Interior e da Justiça, apresentados durante uma reunião do governo sobre os atentados de terça-feira em Bruxelas.

Koen Geens, ministro do Interior, Jan Jambon, e o da Justiça.

Koen Geens, ministro do Interior, Jan Jambon, e o da Justiça.

© Francois Lenoir / Reuters

O ministro do Interior, Jan Jambon, e o da Justiça, Koen Geens, apresentaram a demissão durante a reunião, segundo a televisão flamenga VTM.

O Conselho de Ministros da Bélgica está reunido desde manhã para analisar nomeadamente o processo relativo a Ibrahim El-Bakraoui, identificado como um dos autores do atentado no aeroporto de Zaventem e que a Turquia afirma ter detido no verão passado em Gaziantep (sul), expulsado para a Holanda e informado as autoridades belgas de que se tratava de um "combatente estrangeiro", informação que terá sido ignorada.

Na quarta-feira, o ministro da Justiça belga, Koen Geens, disse que a Bélgica desconhecia quaisquer ligações de Ibrahim El-Bakraoui ao terrorismo.

Os atentados de Bruxelas, no aeroporto de Zaventem e na estação de metro de Maelbeek, fizeram pelo menos 31 mortos e 300 feridos.

Os ataques foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Lusa

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31

    Grande Reportagem SIC

    Carlos Queiroz, ex-selecionador de Portugal, dá-nos uma entrevista forte e transparente. Entrevistámo-lo no Dubai, um lugar que a investigação da SIC coloca no centro do mapa do escândalo do GES/BES. Aqui antecipamos a Grande Reportagem da próxima semana.

    Exclusivo online