sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Dois dos detidos na investigação dos atentados de Bruxelas foram formalmente acusados

A investigação aos atentados de Bruxelas avançou hoje com a acusação de dois homens, um dos quais será o suspeito que está de chapéu preto nas imagens da câmaras do aeroporto de Zaventem.

Alastair Grant

O procurador federal da Bélgica informou hoje que os dois homens detidos na quinta-feira foram acusados de estarem ligados aos ataques terroristas de 22 de março. Os dois homens são Fayçal Cheffou e Aboubakar A.

O juiz de instrução acusou Cheffou de participar em atividades de um grupo terrorista, assassinatos terroristas e tentativa de assassinatos terroristas.

De acordo com a imprensa belga o homem tinha sido identificado como o terceiro dos atacantes do aeroporto internacional de Bruxelas numa ação de reconhecimento visual pelo taxista que levou o comando terrorista para o aeroporto.

A procuradoria não confirmou oficialmente a informação e espera as provas de ADN, que se farão a partir de elementos no táxi e na mala com explosivos que não rebentou. Na casa do suspeito não foram encontradas nem armas nem explosivos, segundo as autoridades.

Aboubakar A. é acusado de participar em atividades de um grupo terrorista. É um dos dois indivíduos capturados na quinta-feira, quando o seu veículo saiu da estrada circular de Bruxelas em direção a Jette, no norte da capital.

As investigações demonstram que há vínculos claros entre os atentados de 13 de novembro do ano passado em Paris e os de terça-feira em Bruxelas, como revela a participação nestes de Najim Laachraoui, um dos suicidas do aeroporto de Zaventem, que também terá sido o artífice dos comandos na capital francesa.

Não se sabe ainda se há ligação também entre a célula de Bruxelas e a tentativa abortada de atentado em Argenteuil, na periferia de Paris, há dois dias, embora os investigadores a admitam. O homem detido na sexta-feira em Bruxelas depois de ser baleado numa perna estará ligado ao caso francês.

As três explosões registadas na terça-feira em Bruxelas - duas no aeroporto internacional de Zaventem e uma na estação de metro de Maelbeek, junto às instituições europeias, no centro da capital belga -- fizeram pelo menos 31 mortos e cerca de 340 feridos, segundo o último balanço provisório.

Os ataques foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI).

Lusa

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John McCain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06