sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Sobe para 35 o número de mortos dos ataques em Bruxelas

Os números foram atualizados pelo Centro de Crise de Bruxelas. Os atentados fizeram 35 vítimas mortas, incluindo os três terroristas, e mais de 300 feridos,

Martin Meissner

Os responsáveis que falavam no centro de crise belga indicaram que 31 vítimas morreram no aeroporto e no metro da capital belga e quatro sucumbiram posteriormente aos ferimentos no hospital.

Este número de 35 vítimas mortais não inclui os três bombistas suicidas, dois dos quais se fizeram explodir no aeroporto Bruxelas-Zaventem e um na estação de metro Maelbeek.

O balanço anterior era de 31 mortos, não incluindo as vítimas que morreram no hospital.

Dos 31 mortos encontrados nas zonas dos crimes, 28 já foram identificados: 16 são belgas e 12 estrangeiros, de nacionalidades norte-americana, holandesa, sueca, alemã, francesa, chinesa, italiana e britânica.

Os atentados causaram igualmente 340 feridos, de nacionalidade belga e de 19 outros países.

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • O ano "saboroso" de António Costa
    0:51

    País

    António Costa diz que 2017 foi um ano "saboroso" para Portugal. Num encontro com funcionários portugueses, em Bruxelas, antes do Conselho Europeu desta quinta-feira, o primeiro-ministro realçou o que o país conquistou no último ano, no plano europeu, e que culminou com a eleição de Mário Centeno para a Presidência do Eurogrupo.

  • Os Simpsons já sabiam em 1998 que a Fox iria pertencer à Disney

    Cultura

    Os Simpsons acertaram outra vez. Algo que tem acontecido regularmente nos últimos tempos, com a eleição de Donald Trump, o aparecimento do vírus Ébola ou o escândalo dos Panama Papers. Desta vez, a previsão remonta a 1998, quando a série previu que a 20th Century Fox iria pertencer à Disney.

    SIC