sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

Atentados em Bruxelas

Vítimas dos atentados em Bruxelas estão todas identificadas

O centro de crise belga anunciou hoje que as 32 vítimas mortais dos atentados terroristas de terça-feira, em Bruxelas, foram identificadas, sendo 17 de nacionalidade belga e as restantes cidadãos estrangeiros.

A histórica Praça da Bolsa, em Bruxelas.

A histórica Praça da Bolsa, em Bruxelas.

CHRISTOPHE PETIT TESSON

Este balanço indicou menos vítimas que os números divulgados anteriormente pela ministra belga da Saúde, Maggie De Block, que esta tarde, novamente através da rede social Twitter, indicou que "depois de uma análise aprofundada" registaram-se 32 mortos e 94 pessoas internadas.

Na segunda-feira, a governante tinha adiantado a morte de 35 pessoas e o internamento de 96, na sequência dos atentados de há uma semana no aeroporto de Zaventem e na estação de metropolitano de Maelbeek.

Na base do erro estarão pessoas contabilizadas mais que uma vez devido à dupla nacionalidade.

O centro de crise precisou ainda, esta tarde, que há uma pessoa entre as vítimas mortais com dupla nacionalidade e que nos hospitais há feridos de 20 nacionalidades diferentes. Quatro pessoas morreram no hospital.

Nos atentados morreram ainda três homens bombistas suicidas.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.