sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Hotéis de Bruxelas com quebras superiores a 50% na taxa de ocupação

A taxa de ocupação nos hotéis de Bruxelas, depois dos atentados do passado dia 22, baixaram mais de 50%, informou hoje a associação de hotelaria local, que solicitou a rápida adoção de medidas devido a um provável "desastre social".

"The Hotel", em Bruxelas.

"The Hotel", em Bruxelas.

© Francois Lenoir / Reuters

Em declarações à agência noticiosa Belga, o porta-voz da associação, Rodolphe Van Weyenbergh, referiu a diminuição em mais de metade da taxa de ocupação entre o dia 22 e a segunda-feira de Páscoa, que é feriado na Bélgica.

"A 28 de março, a taxa de ocupação nos hotéis era de 18%, como nunca visto", indicou o responsável, lembrando as perdas já suportadas pelo setor em novembro, depois da subida do nível de alerta na sequência dos atentados de Paris.

Não esquecendo o período de recolhimento que ainda se vive no país, Van Weyenbergh sublinhou a responsabilidade da associação para com os trabalhadores e instou as autoridades a adotarem rapidamente medidas para evitar a "perda de milhares de postos de trabalho".

A associação solicita um acesso facilitado e pleno ao subsídio de desemprego e a supressão temporária do imposto de Turismo, considerado, pelo setor, como um dos mais altos no mundo.

Reivindicadas pelos extremistas do Estado Islâmico e perpetradas por três bombistas suicidas, as explosões no aeroporto de Zaventem e na estação de metropolitano de Maelbeek provocaram 32 mortos e 340 feridos.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.