sicnot

Perfil

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas - 1 ano

Atentados em Bruxelas

Primo de autores dos ataques de Bruxelas quer entrar em França proveniente da Síria

A polícia francesa suspeita que o jihadista belga Oussama Atar, primo de dois dos autores dos atentados de Bruxelas de 22 de março, os irmãos Bakraoui, esteja a tentar entrar em França proveniente da Síria.

7sur7.be

O jornal Le Parisien noticiou hoje que uma mensagem nesse sentido foi comunicada à polícia francesa, com a advertência de que se trata de "um combatente estrangeiro perigoso e armado" e que pode tentar chegar a França através da Albânia.

Atar é conhecido das forças de segurança, havendo informações de que tenha estado regularmente na Síria e no Iraque desde 2002.

Oussama Atar foi detido em 2005 na cidade iraquiana de Ramadi pelas forças norte-americanas, que o acusaram de combater contra a coligação internacional. Condenado a 10 anos de prisão, cumpriu parte da pena no Iraque, na prisão de Bucca, onde esteve com o líder do grupo extremista Daesh, Abu Bakr al-Bagdadi.

O jihadista conseguiu voltar à Bélgica em 2012 e, em 2013, foi detido por tentar juntar-se a um grupo jihadista em Tunes.

As autoridades perderam-lhe o rasto desde então.

Atar, 32 anos, é primo dos irmãos Ibrahim e Khalid El Bakraoui, dois dos bombistas suicidas dos atentados que visaram o aeroporto e o metro de Bruxelas.

Lusa

  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01
  • Seis meses depois da tragédia de Pedrógão Grande
    5:55

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assinalou-se este domingo meio ano desde que o país ficou em choque com o rasto de morte e destruição causado pelos incêndios florestais na região centro. A tragédia de Pedrogão Grande foi há precisamente seis meses. Enquanto segue a reconstrução no tempo possível e com o Natal à porta, a vida prossegue, mas não voltará a ser mesma.

  • A inédita entrevista do príncipe Harry a Barack Obama
    0:47

    Mundo

    Foi divulgado um vídeo pouco habitual em que aparece o príncipe Harry a entrevistar Barack Obama para um programa de rádio. A conversa foi gravada em setembro, durante um evento desportivo para militares com deficiência, e será transmitida na íntegra no dia 27 de dezembro.