sicnot

Perfil

FC Porto Campeão 2017/2018

FC Porto Campeão 2017/2018

FC Porto Campeão 2017/2018

Os 6 dragões de ouro que fizeram a diferença no regresso aos títulos

A união que Sérgio Conceição foi capaz de incutir no plantel portista pode ser considerada um dos elementos-chave para este título. Mas mesmo num grupo em que todos remam no mesmo sentido, há quem faça a diferença em cada remada. Destacamos, por isso, as figuras de proa do plantel azul e branco nesta conquista.

IKER CASILLAS

A cumprir a terceira época de dragão ao peito, o guarda-redes espanhol é o "abuelo" (avô) - assim é carinhosamente apelidado pelos colegas de equipa - do balneário portista.

Manteve, no início da temporada, o estatuto de titular indiscutível que trazia da época anterior. Mas perdeu-o após o clássico em Alvalade (0-0), na 8.ª jornada. O banco voltou a ser uma realidade (já o havia sido em Madrid) e foi a vez de José Sá se chegar à frente.

Entre 17 de outubro e 18 de fevereiro, Iker só foi titular nos encontros da Taça de Portugal e Taça da Liga.

JOS\303\211 COELHO

Tudo mudou na receção ao Rio Ave, na jornada 23. Depois de uma exibição menos conseguida por parte de Sá, na receção ao Liverpool (0-5), Casillas voltou ao seu habitat natural, entre os postes.

De lá para cá, nunca mais largou a baliza portista e foi, tanto em campo no banco, uma das principais referências do grupo. Pela qualidade, pela experiência mas acima de tudo pela entrega que deposita em cada momento.

Junta o campeonato português a um palmarés já bastante recheado, onde se incluem 3 Ligas dos Campeões, 2 Europeus, 1 Mundial ou 5 Ligas espanholas.

As dúvidas sobre a continuidade de Casillas no Dragão continuam sem resposta

As dúvidas sobre a continuidade de Casillas no Dragão continuam sem resposta

Andrew Yates

FELIPE

Chegou à Invicta na época passada e desde cedo assumiu um estatuto de indispensável no eixo da defesa portista.

Aos 28 anos, o central brasileiro atravessa uma das melhores fases da carreira. Travar as investidas adversárias já não é suficiente para que fique satisfeito, visto que o faro pelo golo continua a aumentar.

MANUEL FERNANDO ARA\303\232JO

Depois de três golos na temporada de estreia, já fez quatro em 2017/2018, três deles no campeonato.

Caso não surjam propostas aliciantes no próximo mercado, deverá continuar a ser um dos pilares da defensiva azul e branca.

Com 1,91 metros, o central brasileiro ganha quase todos os duelos pelas alturas

Com 1,91 metros, o central brasileiro ganha quase todos os duelos pelas alturas

JOSE COELHO

ALEX TELLES

Tal como Felipe, chegou ao reino do Dragão em 2016. E tal como o compatriota, encarnou no FC Porto um maior instinto para o golo.

Quatro golos marcados - três no campeonato e um na Champions - são já o melhor registo da carreira, mas o maior contributo de Alex Telles não está em encontrar as redes adversárias mas sim em descobrir colegas que as façam vibrar.

MANUEL ARA\303\232JO

O rei das assistências no campeonato já leva 12 passes para golo, mais quatro que em 2016/2017, o que representa uma influência num quinto dos golos marcados pelo FC Porto neste campeonato.

Aos 25 anos, o lateral esquerdo brasileiro tem toda a legitimidade para aspirar a um lugar entre os convocados da canarinha para o campeonato do mundo.

JOS\303\211 COELHO

HÉCTOR HERRERA

O internacional mexicano era um dos poucos sobreviventes do último troféu do palmarés portista - a Supertaça conquistada em 2013, sob o leme de Paulo Fonseca.

Foram precisas cinco temporadas no Dragão para que o tão desejado título chegasse. Mais que o título, a rendição daquele que, para uma grande percentagem dos adeptos portistas, era considerado o patinho feio do plantel.

Jose Coelho

O auge dessa rendição deu-se no clássico da Luz. Mais que o golo que deu aos dragões um triunfo vital na luta pela liderança, o pontapé de Herrera transportou a frustração acumulada por um papel que lhe atribuíram mas que nunca foi dele.

O próximo peso que o capitão portista terá de carregar são os 9 kgs da taça de campeão nacional.

Herrera marcou na Luz aquele que foi um dos golos do título

Herrera marcou na Luz aquele que foi um dos golos do título

MANUEL DE ALMEIDA

YACINE BRAHIMI

A espalhar magia no Dragão desde 2014, é, aos 28 anos, um dos principais desequilibradores do campeonato.

Um dribleur puro que tem no compatriota Madjer - autor do golo de calcanhar que deu o título europeu ao FC Porto em 1987 - uma das maiores inspirações.

JOS\303\211 COELHO

Brahimi perfuma cada relvado que pisa com aquela magia tão característica do futebol africano. Marca e dá a marcar.

No campeonato leva 11 golos e 8 assistências mas, mais que isso, um talento inesgotável, capaz de endiabrar qualquer defesa.

MANUEL DE ALMEIDA

MOUSSA MAREGA

É muito provavelmente unânime a conclusão de que Marega foi a figura maior na conquista deste título.

Além do que deu - 22 golos e uma pujança física assustadora na frente de ataque portista, que tantas vezes foi determinante -, o avançado maliano goza de maior destaque pelo percurso que fez.

Em junho, quando Sérgio Conceição o integrou nos trabalhos da equipa, recém-chegado de um empréstimo bem sucedido ao Vitória de Guimarães, muito poucos seriam os adeptos portistas a perfilá-lo como uma das maiores influências do plantel na época que se avizinhava.

MANUEL ARAUJO

Jogo após jogo, golo após golo, Marega convenceu até o portista mais cético. Atualmente, goza de um estatuto especial entre os adeptos, num misto de carinho e devoção que lhe valeram até um cântico em nome próprio.

Aos 27 anos, promete continuar a fazer a diferença, seja no Dragão ou em outro qualquer relvado.

Um 1 e um 4 nas mãos de Marega, cada vez que celebra um golo, representam o número 14, o número da rua em que morava e onde começou a jogar à bola com os amigos, nos arredores de Paris

Um 1 e um 4 nas mãos de Marega, cada vez que celebra um golo, representam o número 14, o número da rua em que morava e onde começou a jogar à bola com os amigos, nos arredores de Paris

JOS\303\211 COELHO

  • A Sérgio o que é de Sérgio

    FC Porto Campeão 2017/2018

    Tinha acabado de renovar com os franceses do Nantes quando surgiu a oportunidade de treinar o clube do coração. Sérgio Conceição não hesitou em avançar e desde cedo apontou ao objetivo que agora conseguiu lograr: a conquista do campeonato. Aos 43 anos, trouxe de volta, na época de estreia, a glória a um clube que vivia um jejum de quase cinco anos sem qualquer título.

  • Inglaterra goleia o Panamá e apura-se para os oitavos de final do Mundial

    Mundial 2018 / Inglaterra

    A Inglaterra venceu o Panamá por 6-1 e garantiu, assim, a qualificação para os oitavos-de-final do Mundial quando ainda falta um jogo para terminar a fase de grupos. Só na primeira parte, a equipa inglesa marcou cinco golos, sendo que dois resultaram de penáltis. Destaque para Harry Kane que hoje fez um hat-trick e soma, portanto, cinco golos só neste Mundial. Referência para o Panamá que ao minuto 78 marcou o primeiro golo de sempre num Mundial. No último encontro Inglaterra e Bélgica irão discutir o primeiro lugar do Grupo G.

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37