sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Eleição presidencial da FIFA vai ter segunda volta

ÚLTIMA HORA

A eleição para presidente da FIFA irá a segunda volta, depois de nenhum dos dois candidatos ter conseguido dois terços dos votos das 209 federação nacionais, numa votação que está a decorrer no 65º Congresso do organismo.

Na segunda volta, um candidato necessita apenas de conseguir uma maioria simples dos votos para ser eleito para os quatro próximos anos, de 2014 a 2018.

Na segunda volta, um candidato necessita apenas de conseguir uma maioria simples dos votos para ser eleito para os quatro próximos anos, de 2014 a 2018.

© Ruben Sprich / Reuters

O suíço Joseph Blatter, que procura um quinto mandato à frente do organismo que tutela o futebol mundial, teve 133 votos - faltaram sete para garantir o triunfo -, enquanto o jordano Ali bin al Hussein recebeu 73, havendo três nulos.

Na segunda volta, um candidato necessita apenas de conseguir uma maioria simples dos votos para ser eleito para os quatro próximos anos, de 2014 a 2018.
  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Hospitais já registam picos de afluência apesar de casos de gripe serem ainda poucos
    2:13

    País

    A gripe ainda não chegou em força, mas nos últimos dias foram vários os hospitais com grande afluências de doentes, sobretudo idosos e com infeções respiratórias. Em alguns dias desta semana o número de doentes disparou para mais de 600, como disse à SIC o presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.