sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Dois antigos dirigentes da FIFA na lista dos mais procurados da Interpol

A Interpol colocou hoje na sua lista dos mais procurados Jack Warner e Nicolas Leoz, dois antigos membros do comité executivo da FIFA, a pedido das autoridades norte-americanas. Ambos foram detidos na semana passada e foram entretanto sujeitos a medidas de coação. Podem agora ser presos em qualquer país para onde viajarem.

Além de Warner e Leoz, a Organização Internacional de Polícia Criminal, inclui na lista quatro responsáveis de empresas de marketing, parceiras da FIFA, entre os quais o brasileiro José Lazaro.

Os seis homens estão a ser investigados pelas autoridades norte-americanas pelo alegado pagamento de subornos de 151 milhões de euros (cerca de 140 milhões de euros).

Jack Warner, antigo vice-presidente da FIFA, e Nicolás Leoz, ex-presidente da Confederação da América do Sul (Conmebol), estão entre os nove dirigentes ou ex-dirigentes e cinco parceiros da FIFA acusados de associação criminosa e corrupção nos últimos 24 anos.

Ambos foram detidos na semana passada, quando o escândalo rebentou. Warner foi entretanto libertado sob caução e Leoz está em prisão domiciliária. O "alerta vermelho" da Interpol significa que os suspeitos correm risco de prisão em qualquer lugar para onde viajarem.

Na terça-feira, o suíço Joseph Blatter, que a 29 de maio foi reeleito para um quinto mandato, renunciou ao cargo, alegando que "embora legitimado pelos membros da FIFA" não se sentia "mandatado por todo o mundo do futebol, aos adeptos, os jogadores ou os clubes".


Com Lusa
  • Não houve negligência médica no caso do jovem em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19