sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Jack Warner denuncia implicação da FIFA nas eleições de Trindade e Tobago

O antigo vice-presidente da FIFA Jack Warner afirmou na quarta-feira que possui documentos que provam a implicação da Federação Internacional de Futebol nas eleições legislativas de Trindade e Tobago, o seu país, em 2010.

© Andrea De Silva / Reuters

"Compilei uma série de documentos que mostram uma ligação entre a FIFA, o seu financiamento, e o Congresso Nacional Unido [United National Congress - UPC]", disse Warner, um dos implicados no escândalo de corrupção que abala o organismo máximo do futebol, em declarações à TV6, um canal de Trindade e Tobago.

Sem especificar, Warner acrescentou que esses documentos mostram "transações internacionais no seio da FIFA, incluindo [do] seu presidente, Sepp Blatter, bem como outras questões implicando o atual primeiro-ministro" do país.

"Esses documentos, entre os quais cheques e declarações concordantes, foram confiados a diversas pessoas", disse o ex-dirigente da FIFA, que é acusado pela justiça dos Estados Unidos de pagamentos ilegais, corrupção, extorsão e branqueamento de capitais e que desde quarta-feira está na lista dos mais procurados pela Interpol.

Antigo presidente da CONCACAF (Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caraíbas), Warner disse que também tem razões para temer pela vida.

"Decidi que não ia continuar a guardar segredos em benefício de pessoas que agora procuram ativamente destruir este país, a sua imagem no estrangeiro e o seu destino", sublinhou Warner. "Não tenho a intenção de lhes permitir que me privem da minha liberdade", acrescentou.

Nas eleições legislativas de 2010, o UPC, encabeçando uma coligação, ganhou 59,81% dos votos, contra os 39,5% do partido do então primeiro-ministro, Patrick Manning. Kamla Persad-Bissessar, líder do UPC, foi nomeado primeiro-ministro após as eleições e continua a ocupar o cargo, enquanto Warner, eleito deputado pelo UPC, ocupou depois vários cargos ministeriais, antes de se demitir em 2013 e lançar o seu próprio partido de oposição, o Partido Liberal Independente.

"Já não é possível fazer marcha atrás", concluiu Warner, que é acusado, entre outras coias, de ter recebido 10 milhões de dólares em troca de três votos a favor da candidatura da áfrica dos Sul à organização do Mundial de 2010.


Lusa
  • "Às vezes o senhor primeiro-ministro irrita-me um bocadinho"
    2:05

    País

    O Presidente da República disse esta quinta-feira de manhã que António Costa é "irritantemente otimista" por teimar em "ver violeta-rosa onde há roxo". Marcelo Rebelo de Sousa recordou ainda Mário Soares numa aula no Colégio Moderno, em Lisboa.

  • Montenegro nunca será candidato contra Passos
    0:50
  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Exame ao sangue descobre cancro um ano antes do reaparecimento

    Mundo

    Uma equipa de investigadores britânicos descobriu uma maneira de identificar o regresso do cancro, com um ano de antecedência. Através de um exame ao sangue, a equipa conseguiu identificar os primeiros sinais da doença, uma série de células invisíveis ao raio-X e à TAC. A descoberta pode vir a permitir tratar o cancro mais cedo e, como resultado, poderá aumentar as chances de o curar.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.