sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Autoridades suíças detetaram 53 casos suspeitos de lavagem de dinheiro na FIFA

O procurador-geral da Suiça revelou esta quarta-feira que foram detetados 53 casos suspeitos de lavagem de dinheiro relativos à atribuição dos Mundiais de futebol da Rússia e do Qatar, de 2018 e 2022 respetivamente.

A 27 de maio, o Ministério Público suíço abriu um processo contra desconhecidos por suspeitas de fraude e lavagem de dinheiro, no âmbito da atribuição dos Mundiais de 2018 e 2022.

A 27 de maio, o Ministério Público suíço abriu um processo contra desconhecidos por suspeitas de fraude e lavagem de dinheiro, no âmbito da atribuição dos Mundiais de 2018 e 2022.

© Arnd Wiegmann / Reuters

Em conferência de imprensa, o procurador disse que o processo de investigação vai ser longo e admitiu vir a interrogar o presidente da FIFA, Joseph Blatter.

A 27 de maio, o Ministério Público suíço abriu um processo contra desconhecidos por suspeitas de fraude e lavagem de dinheiro, no âmbito da atribuição dos Mundiais de 2018 e 2022. 

No mesmo dia, as autoridades helvéticas detiveram 7 membros da FIFA num hotel de Zurique. Dois dias depois, Joseph Blatter foi reeleito para um quinto mandato à frente do organismo, mas acabou por se demitir na sequência do escândalo.
  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Ministra admite que a maioria dos incêndios começaram por mão humana
    1:57

    País

    A Ministra da Administração Interna admitiu esta quarta-feira que a maioria dos incêndios deste ano começaram por mão humana, mas Constança Urbano de Sousa entende que é cedo para tirar outras conclusões. Já o vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, diz que não há duvidas e fala em terrorismo organizado. 

  • Sismo na região de Lisboa sentido num raio de 150km
    3:19