sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Platini quer restaurar imagem da FIFA caso seja eleito presidente

O presidente da UEFA, Michel Platini, prometeu esta quinta-feira restaurar a imagem da FIFA, organismo que superintende o futebol mundial, admitindo que, seja eleito para presidente do organismo, vai preocupar-se mais com o jogo e menos com a política.

"Temos que cuidar do jogo, não da política. Comigo vai-se tratar de futebol, não haverá política. Há muita gente boa no Comité Executivo, nem todos são corruptos", afirmou o gaulês. (Arquivo)

"Temos que cuidar do jogo, não da política. Comigo vai-se tratar de futebol, não haverá política. Há muita gente boa no Comité Executivo, nem todos são corruptos", afirmou o gaulês. (Arquivo)

© Eric Gaillard / Reuters

"Temos que cuidar do jogo, não da política. Comigo vai-se tratar de futebol, não haverá política. Há muita gente boa no Comité Executivo, nem todos são corruptos", afirmou o gaulês à margem de uma reunião do Comité Executivo da FIFA, em Zurique.

O dirigente francês, candidato à liderança da FIFA nas eleições de fevereiro do próximo ano, desvalorizou ainda o facto de alguns membros do Executivo optarem por não marcar presença na reunião, como é o caso do presidente da Associação Brasileira, Marco Polo Del Nero, que abandonou Zurique após a detenção de alguns membros do comité na sequência da investigação por corrupção.

"Não é a primeira vez que algum membro falha a reunião. Estamos numa situação estranha, é óbvio, caso contrário não haveria aqui tantos jornalistas", disse.

Questionado sobre a sua opinião favorável à realização do Mundial de 2022 no Catar e 2018 na Rússia, Platini reconheceu que, no caso do Catar, alterou a sua intenção de voto depois de uma reunião em Paris com Nicolas Sarkozy, então Presidente da República francesa, e dirigentes do Qatar, já que inicialmente votaria a favor dos Estados Unidos.

"Sarkozy nunca me pediu para votar no Catar, simplesmente pensei que seria bom", esclareceu.

Lusa

  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Homem suspeito de matar a mulher em Esmoriz

    País

    Um homem é suspeito de ter esfaqueado este sábado mortalmente a mulher em Esmoriz, concelho de Ovar, num contexto de violência doméstica, disse à agência Lusa fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR).

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.