sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Chung Mong-Joon acusa Blatter de tentar forçá-lo a desistir da corrida à FIFA

O sul-coreano Chung Mong-Joon, um dos candidatos à presidência da FIFA, acusou esta terça-feira Joseph Blatter, presidente demissionário do organismo, de recorrer ao Comité de Ética para o tentar forçar a desistir da candidatura.

Chung Mong-Joon, que negou ter cometido qualquer irregularidade, acusou o Comité de Ética de "nunca agir contra Blatter, mas apenas contra aqueles que o atacam". (Arquivo)

Chung Mong-Joon, que negou ter cometido qualquer irregularidade, acusou o Comité de Ética de "nunca agir contra Blatter, mas apenas contra aqueles que o atacam". (Arquivo)

© Kim Hong-Ji / Reuters

O antigo vice-presidente da FIFA diz-se vítima de um "inquérito injusto" que visa aplicar uma suspensão que pode ir até aos 19 anos por negociação de votos na atribuição das sedes para as edições de 2018 (Rússia) e 2022 (Qatar) do Mundial.

Chung Mong-Joon, que negou ter cometido qualquer irregularidade, acusou o Comité de Ética de "nunca agir contra Blatter, mas apenas contra aqueles que o atacam".

O sul-coreano, proprietário da Hyundai, anunciou em julho a intenção de se candidatar à presidência do organismo, nas eleições agendadas para 26 de fevereiro.

Além de Mong-Joon, são também candidatos à presidência da FIFA Michel Platini, presidente da UEFA, o príncipe jordano Ali bin Al Hussein e o ex-futebolista brasileiro Zico.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51