sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Federação belga vai retirar apoio a Platini se este for considerado culpado

A Federação Belga de Futebol (URBSFA) anunciou hoje que não vai apoiar a candidatura de Michel Platini à presidência da FIFA, caso o francês seja considerado culpado de ter recebido pagamentos irregulares do presidente demissionário, Joseph Blatter.

Claude Paris

"Tomámos conhecimento das decisões do Comité de Ética da FIFA e lamentamos que a Federação Internacional de Futebol coloque, mais uma vez, o futebol numa situação difícil. Este ambiente de comportamentos fraudulentos no futebol é inaceitável para nós", pode ler-se no comunicado do organismo belga, difundido pelo jornal Derniére Heure.

A URBSFA anunciou, em julho, o apoio à candidatura de Platini à presidência da FIFA, porque exigia que o organismo fosse "mais moderno, mais justo e mais transparente".

Porém, a Federação considera que a suspensão do francês "constitui um novo elemento na pasta" e pediu "transparência e claridade total" no caso que envolve a suspensão do ex-futebolista.

O presidente da FIFA, o suíço Joseph Blatter, e o presidente da UEFA, o francês Michel Platini, foram hoje suspensos provisoriamente por 90 dias pelo Comité de Ética do organismo que rege o futebol mundial.

O secretário-geral da FIFA, o francês Jérôme Valcke, também foi suspenso provisoriamente por 90 dias, e o sul-coreano Chung Mong-Joon, que também já assumiu a candidatura à sucessão de Blatter na presidência do organismo, foi suspenso por seis anos e multado em 100.000 francos suíços (perto de 91.000 euros).

A 25 de setembro, o Ministério Público suíço instaurou um processo criminal a Blatter, que foi interrogado na qualidade de arguido, por suspeita de gestão danosa, apropriação indevida de fundos e abuso de confiança.

Platini foi ouvido na qualidade de testemunha e acabou por ser implicado no processo, por, alegadamente, ter recebido de Blatter um pagamento ilegal, feito "em prejuízo da FIFA", no valor de dois milhões de francos suíços (perto de 1,8 milhões de euros).

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.