sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Platini recorre da suspensão de 90 dias

O presidente da UEFA, Michel Platini, interpôs hoje recurso da suspensão de 90 dias decretada pela Comissão de Ética da Federação Internacional de Futebol (FIFA), informou a AFP citando fontes associadas ao dirigente francês.

Sang Tan

Na quinta-feira, Platini, candidato à presidência da FIFA, negou todas as alegações que motivaram a sua suspensão de qualquer atividade ligada ao futebol, decorrente da investigação sobre corrupção no organismo.

"Rejeito integralmente as alegações que me são imputadas e que se baseiam em simples aparências jurídicas, que são, elas próprias, de uma imprecisão surpreendente", escreveu Platini, sobre quem recai a suspeita de ter recebido um pagamento irregular da FIFA de 1,8 milhões de euros.

Platini disse sentir "uma revolta profunda, mais do que um sentimento de injustiça ou de vingança", por aquilo que qualifica como "uma farsa" e recusa acreditar que se trata de "uma decisão política para manchar uma vida dedicada ao futebol ou para destruir a candidatura à presidência da FIFA".

Além de Platini, a Comissão de Ética da FIFA suspendeu por igual período o suíço Joseph Blatter, presidente demissionário do organismo, que também recorreu da decisão, e o francês Jérôme Valcke, secretário-geral.

O sul-coreano Chung Mong-Joon, que também já assumiu a candidatura à sucessão de Blatter nas eleições marcadas para 26 de janeiro de 2016, foi suspenso por seis anos e multado em 100.000 francos suíços (perto de 91.000 euros), tendo anunciado também a intenção de recorrer.

Se os recursos forem rejeitados, os visados podem recorrer ainda ao Tribunal Arbitral do Desporto, sediado em Lausana, na Suíça.

A Comissão Executiva da FIFA, liderada interinamente pelo camaronês Issa Hayatou, já marcou uma reunião extraordinária para 20 de outubro com o objetivo de analisar a crise que abala a entidade.

Lusa

  • "Serei o Presidente de todos os angolanos"
    2:06
  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Supervisão bancária origina novo diferendo entre Carlos Costa e Governo
    0:57

    Economia

    Reacendeu-se a guerra entre o Governo e o governador do Banco de Portugal. Em conferência na sede do banco, esta segunda-feira, Carlos Costa deixou uma crítica indireta ao novo modelo de supervisão bancária. O ministro das Finanças, Mário Centeno, não gostou e exigiu a Carlos Costa que se retratasse, mas o governador recusou-se.

  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.