sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Jack Warner nega ter tido qualquer acordo com Beckenbauer

O antigo vice-presidente da FIFA Jack Warner, de Trindade e Tobago, negou hoje qualquer acordo com o Comité de organização do Mundial2006 de futebol, dirigido por Franz Beckenbauer.

© Andrea De Silva / Reuters

"Nunca tive um acordo com ninguém do Comité de organização do Mundial de 2006", salientou Jack Warner, num email enviado ao canal televisivo alemão Sport1, um dia depois de a Federação alemã (DFB) ter falado num acordo.

O antigo presidente da Federação de Trindade e Tobago e da CONCACAF adiantou que não quer falar dos anos na FIFA, nem participar "no circo mediático" para o "humilhar e vilipendiar".

Na terça-feira, Rainer Koch, presidente interino da DFB na sequência da demissão de Wolfgang Niersbach, fez saber que existia um acordo entre Beckenbauer e Jack Warner.

Segundo o responsável, o acordo "prometia diversos serviços, mas não benefícios financeiros diretos" e que nada indica que isso tenha influenciado o voto de Jack Warner, suspenso do futebol desde setembro.

Já hoje, o jornal Bild indica, com base em dossiers do FBI, que Warner teria uma conta secreta num banco, intitulada 'LOC Germany Limited', sendo LOC a abreviatura de comité de organização local.

O ex-responsável da FIFA faz parte do grupo de dirigentes e ex-dirigentes acusados pela justiça de terem cobrado subornos num valor de cerca de 150 milhões de dólares (cerca de 137 milhões de euros) desde o início dos anos 90.

Atualmente detido na Suíça, Warner, de 72 anos, enfrenta um pedido de extradição feito pelas autoridades dos Estados Unidos, onde pendem sobre ele 12 acusações de fraude, crime organizado e branqueamento de capitais relacionadas com o escândalo de corrupção que abala a FIFA.

Lusa

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.