sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Comité de Ética da FIFA suspende vice-presidentes Napout e Hawit por 90 dias

A Comissão de Ética da FIFA suspendeu hoje por 90 dias os vice-presidentes Juan Angel Napout e Alfredo Hawit, que na quinta-feira foram detidos em Zurique, no âmbito da investigação a corrupção no organismo.

© Jorge Adorno / Reuters

"Esta suspensão surge a pedido da Câmara de instrução do Comité de Ética, face às acusações de conluio e corrupção organizada, levantadas na quinta-feira pelo departamento de justiça dos Estados Unidos", comunicou a FIFA.

O hondurenho Alfredo Hawit liderava interinamente a Confederação da América do Norte, Central e Caraíbas (CONCACAF), enquanto Juan Angel Napout é o presidente da Confederação Sul-Americana de futebol(CONMEBOL).

"De acordo com os pedidos de detenção dos Estados Unidos, são suspeitos de terem aceitado subornos de milhões de dólares (...). Alguns dos crimes foram acordados e preparados nos Estados Unidos. Os pagamentos também foram processados através de bancos norte-americanos", indicou então o comunicado da justiça suíça.

A FIFA foi abalada por um escândalo de corrupção em maio, a dois dias da reeleição de Joseph Blatter como presidente do organismo máximo do futebol mundial, num processo aberto pela justiça dos Estados Unidos e que levou à acusação de 14 dirigentes e ex-dirigentes.

No início de junho, Blatter apresentou a demissão, abrindo o caminho para novas eleições, que foram marcadas para 26 de fevereiro de 2016.

A 25 de setembro, o Ministério Público suíço instaurou um processo criminal a Blatter, que foi interrogado na qualidade de arguido, por suspeita de gestão danosa, apropriação indevida de fundos e abuso de confiança.

A 8 de outubro, Blatter, o secretário-geral da FIFA, o francês Jérôme Valcke, e o presidente da UEFA, o também francês Michel Platini, foram suspensos provisoriamente por 90 dias pelo Comité de Ética da FIFA, por implicação no escândalo de corrupção que atingiu a instituição.

Na base das suspensões estão os inquéritos que decorrem no próprio órgão da FIFA, ainda que vários outros responsáveis do organismo mundial estejam também a ser investigados pelas autoridades suíças e norte-americanas.

Lusa

  • Captura ilegal de cavalos-marinhos na Ria Formosa
    3:02

    País

    Há cada vez menos cavalos marinhos na Ria Formosa. Cientistas da Universidade do Algarve dizem que a maior população desta espécie no mundo, que é a que existe na Ria Formosa, está ameaçada devido à captura ilegal para o mercado asiático. Dizem que, se nada for feito para travar este fenómeno, esta espécie protegida pode desaparecer em poucos anos.