sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Tribunal Arbitral do Desporto mantém suspensão de Platini

O Tribunal Arbitral do Desporto anunciou hoje que mantém a suspensão de Michel Platini, mas ordena à FIFA que não prolongue o prazo da medida. A 8 de outubro, Platini foi suspenso por 90 dias pelo Comité de Ética da FIFA que o investiga pelo recebimento de 1,8 milhões de euros em 2011 de Joseph Blatter, para pagar um trabalho de aconselhamento realizado em 2002.

AP/Arquivo

AP/Arquivo

Jacques Brinon / AP

Platini recorreu da suspensão, que o afastou da presidência da UEFA e mantém suspenso o processo de candidatura às eleições para a presidência da FIFA, marcadas para 26 de janeiro.

"Como o Comité de Ética da FIFA indicou que pretende tomar uma decisão antes do final do ano, deixemos então que termine o seu trabalho e aguardemos pelo desfecho do processo", afirmou o secretário-geral do TAS, Matthieu Reeb, citado pela AFP.

O mesmo responsável esclareceu que o TAS determinou que "a FIFA não pode estender a suspensão provisória de Michel Platini para lá de 05 de janeiro", rejeitando a possibilidade que restava em aberto de serem aplicados mais 45 dias.

A 8 de outubro, Michel Platini foi suspenso por 90 dias pelo Comité de Ética da FIFA, que o investiga pelo recebimento de 1,8 milhões de euros em 2011 de Joseph Blatter para pagar um trabalho de aconselhamento realizado em 2002.

"Mesmo que a suspensão fosse levantada, essa medida não garantia a Michel Platini que a Comissão 'ad hoc' da FIFA validasse a sua candidatura presidencial antes de 05 de janeiro de 2016", refere o comunicado distribuído pelo TAS.

No imediato, esta decisão do TAS impede que Platini presida no sábado à cerimónia do sorteio para a fase final do Europeu de 2016, como era o desejo do presidente da UEFA.

Além de Michel Platini, o Comité de Ética suspendeu, também a 8 de outubro, por implicação no escândalo de corrupção que atinge a instituição, Joseph Blatter e o secretário-geral da FIFA, o francês Jérôme Valcke.

Com Lusa

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.