sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Joseph Blatter prevê uma suspensão de dois anos ou a irradiação

O suíço Joseph Blatter admite que, pela instrução do processo do Comité de Ética, que ouvirá o presidente demissionário da FIFA na sexta-feira, terá dois caminhos possíveis: suspensão por dois anos ou a irradiação.

Em declarações a vários órgãos de comunicação social suíços, Blatter invocou a sua inocência e afirmou-se vítima de um ataque. (Arquivo)

Em declarações a vários órgãos de comunicação social suíços, Blatter invocou a sua inocência e afirmou-se vítima de um ataque. (Arquivo)

© Denis Balibouse / Reuters

Numa entrevista ao jornal francês Liberation, publicada hoje, Blatter criticou as várias fugas de informação do processo que abala o organismo que tutela o futebol mundial, responsabilizando o Comité de Ética, um organismo que ajudou a criar em 2004.

Segundo Blatter, os membros do Comité de Ética "não estão a respeitar as regras de confidencialidade", negando todas as suspeitas que recaem sobre si.

"Nunca fiz nada no futebol que pese na minha consciência. Posso ir a qualquer tribunal perfeitamente tranquilo", garantiu Blatter, a cumprir uma suspensão de 90 dias, tal como Michel Platini, presidente da UEFA.

Sobre Platini, Blatter reiterou que se trata de "um homem honrado", negando qualquer pacto entre os dois para o francês assumir a presidência da FIFA depois de o suíço cumprir mais um mandato.

A FIFA foi abalada por um escândalo de corrupção em maio, a dois dias da reeleição de Joseph Blatter como presidente do organismo máximo do futebol mundial, num processo aberto pela justiça dos Estados Unidos e que levou à acusação de 14 dirigentes e ex-dirigentes.

No início de junho, Blatter apresentou a demissão, abrindo o caminho para novas eleições, que foram marcadas para 26 de fevereiro de 2016.

A 25 de setembro, o Ministério Público suíço instaurou um processo criminal a Blatter, que foi interrogado na qualidade de arguido, por suspeita de gestão danosa, apropriação indevida de fundos e abuso de confiança.

A 08 de outubro, Blatter, o secretário-geral da FIFA, o francês Jérôme Valcke, e Michel Platini, foram suspensos provisoriamente por 90 dias pelo Comité de Ética da FIFA, por implicação no escândalo de corrupção que atingiu a instituição.

Na base das suspensões estão os inquéritos que decorrem no próprio órgão da FIFA, ainda que vários outros responsáveis do organismo mundial estejam também a ser investigados pelas autoridades suíças e norte-americanas.

Lusa

  • Lisboa assinala fim das obras no Saldanha
    2:39