sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Blatter vai recorrer para o Comité de Apelo da FIFA e para o TAS

O presidente demissionário da FIFA, Joseph Blatter, suspenso pelo Comité de Ética de toda a atividade ligada ao futebol por oito anos, irá recorrer da decisão para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS). "Posso confirmá-lo, sim", disse à agência AFP o porta-voz de Blatter, Klaus Stoelker, quando questionado em relação a um recurso do suíço, que é presidente da FIFA desde 1998.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Enrique de la Osa / Reuters

Também o dirigente já comentou da decisão do Comité de Ética da FIFA, no âmbito do escândalo de corrupção que tem abalado a estrutura do futebol mundial, dizendo que se tornou "um saco de pancada".

"Como presidente da FIFA sou este saco de pancada. Lamento pela FIFA", disse Joseph Blatter aos jornalistas em Zurique, após ser suspenso por "violação ética".

O suíço também confirmou que recorrerá para o TAS, em Lausana, mas que antes disso apresentará um recurso interno.

Blatter e Michel Platini, presidente da UEFA, foram hoje suspensos por oito anos de toda a atividade ligada ao futebol.

Em comunicado, o comité de Ética da FIFA, que na semana passada ouviu Joseph Blatter e os advogados de Platini -- que se se recusou a comparecer -, indica que a sanção "entra imediatamente em vigor" e tem "âmbito nacional e internacional".

Joseph Blatter, que em maio foi reeleito para um quinto mandato ao qual acabou por resignar dias mais tarde, foi ainda condenado ao pagamento de uma multa de 50.000 francos suíços (cerca de 46.000 euros).

O francês Michel Platini, que com esta decisão fica impedido de avançar com a sua candidatura à presidência da FIFA, deverá pagar uma multa de 80.000 francos suíços (cerca de 74.000 euros).

Lusa

  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Houve "erros defensivos que normalmente a equipa não comete"
    0:38

    Desporto

    No final do jogo, quando questionado sobre a ausência de Casillas no onze do FC Porto, Sérgio Conceição referiu que a equipa apresentada era aquela que lhe oferecia garantias. Quanto ao jogo, o treinador portista reconheceu que a equipa cometeu vários erros defensivos.

  • "Cometemos erros e há que tentar corrigi-los"
    0:41

    Desporto

    No final do jogo em Leipzig, Iván Marcano desvalorizou a ausência de Iker Casillas e entendeu que o facto de o guarda-redes ter ficado no banco não teve impacto na equipa. Já sobre o jogo, o central espanhol garantiu que não correu da forma como os jogadores esperavam.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.