sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Blatter ganhou 3,28 milhões de euros em 2015 como presidente da FIFA

É a primeira vez que o ordenado de Sepp Blatter é revelado: 3,28 milhões de euros em 2015, uma média de 270 mil euros por mês, indicou hoje a estrutura máxima do futebol mundial.

© Arnd Wiegmann / Reuters

A FIFA revelou ainda perdas de 107 milhões euros em 2015, o primeiro défice desde 2002, devido a "custos imprevisíveis com as circustâncias extraordinárias que aconteceram", diz o organismo, referindo-se ao escândalo de corrupção.

Joseph Blatter foi inicialmente suspenso por oito anos de toda a atividade no futebol pelo Comité de Ética da FIFA, tendo depois recorrido para o Comité de Apelo, que reduziu a pena para seis anos. Hoje apresentou recurso junto do Tribunal Arbitral do Desporto, anunciou a mais alta instância jurídica desportiva.

"O senhor Blatter pretende anular a sentença decretada pelo Comité de Apelo da FIFA, que o suspendeu por seis anos de toda a atividade relacionada com o futebol, nacional e internacionalmente", refere a nota distribuída pelo TAS.

Blatter foi punido por um controverso pagamento, considerado ilegal, de 1,8 milhões de euros em 2011, por alegado trabalho de consultadoria realizado por Michel Platini, nove anos antes, em 2002.

O presidente suspenso da UEFA recebeu um castigo idêntico na segunda instância da FIFA e também já recorreu para o TAS.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.