sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Platini a 29 de abril no Tribunal Arbitral de Desporto para recorrer de castigo

O suspenso presidente da UEFA, o francês Michel Platini, vai comparecer a 29 de abril no Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) no âmbito do seu recurso ao castigo de seis anos imposto pela FIFA por violações éticas.

Michel Platini, surge como único administrador da Balney Entreprises Corporation, uma sociedade offshore criada em 2007, 11 meses depois de eleição para a presidência da UEFA

Michel Platini, surge como único administrador da Balney Entreprises Corporation, uma sociedade offshore criada em 2007, 11 meses depois de eleição para a presidência da UEFA

© Arnd Wiegmann / Reuters

O gaulês, suspenso da atividade desportiva, apresentou recurso junto do tribunal de Lausana, Suíça, em busca de reverter a decisão do Comité de Ética da FIFA: foi sancionado pelo pagamento de 1,8 milhões de euros recebido em 2011 pelo então presidente da FIFA, Joseph Blatter.

Em dezembro, o Comité de Ética da FIFA puniu os ex-presidentes da UEFA e FIFA em oito anos de suspensão de todas as atividades ligadas ao futebol, entretanto reduzidos para seis anos, em decisão de fevereiro.

Ambos insistem que nada fizeram de errado e que o pagamento foi parte de um contrato oral relacionado com trabalhos de consultadoria que Platini fez para a FIFA entre 1999 e 2002.

Blatter foi substituído como presidente da FIFA em eleições realizadas em fevereiro, ganhas pelo ítalo-suíço Gianni Infantino.

A UEFA disse que não vai substituir Platini até que todos os seus apelos estejam esgotados, pelo que se o francês for bem-sucedido no TAS poderá recuperar o seu posto a tempo do Euro2016, que vai ser realizado em França, entre 10 de junho e 10 de julho.

Lusa

  • José Eduardo dos Santos há 38 anos no poder
    2:42

    Mundo

    José Eduardo dos Santos foi o segundo Presidente com mais tempo de liderança a nível mundial, quase 38 anos. Este ano, anunciou que não voltaria a concorrer às eleições, mas mantêm-se, por enquanto, como presidente do MPLA. No dia em que os angolanos foram às urnas para escolher o seu sucessor, apresentamos a vida de José Eduardo dos Santos.

  • Dono de submarino é o único suspeito da morte de jornalista sueca
    1:51

    Mundo

    A polícia dinamarquesa confirmou que o corpo decapitado encontrado junto ao mar, perto de Copenhaga, é o da jornalista sueca desaparecida há mais de 10 dias. Kim Wall estava a fazer uma reportagem sobre um submarino artesanal com o criador, que é agora o principal suspeito do crime. Parte do corpo foi encontrada na segunda-feira e identificada através de exames de ADN.