sicnot

Perfil

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Corrupção na FIFA

Blatter, Valcke e Kattner receberam 71 M€ em 5 anos

A FIFA informou hoje as autoridades norte-americana e suíça sobre os valores pagos em salários e prémios a Joseph Blatter e dois antigos dirigentes, Jerôme Valcke e Markus Kattner. Os três antigos dirigentes receberam perto de 71 milhões de euros durante cinco anos.

Blatter, Valcke e Kattner em 2007

Blatter, Valcke e Kattner em 2007

© Andreas Meier / Reuters

O anúncio da FIFA surge um dia depois de o Ministério Público da Suíça ter apreendido vários documentos e material informático durante buscas realizadas na sede da instituição, em Zurique, no âmbito do escândalo de corrupção que abalou o organismo regulador do futebol mundial.

"As evidências parecem revelar um esforço coordenado dos três antigos dirigentes de cúpula da FIFA para enriquecerem através de aumentos salariais anuais, bónus do Campeonato do Mundo e outros incentivos, no total de mais de 79 milhões de francos suíços [71 milhões de euros]", disse Bill Burck, da empresa de advogados responsável pela auditoria interna.

A FIFA disse que já informou a justiça helvética das descobertas da investigação que está a conduzir e que o fará em breve às autoridades norte-americanas, indicando que "alguns contratos contêm disposições que parecem violar a legislação suíça".

O comunicado emitido hoje pelo Ministério Público informa que "no seguimento na investigação em curso à FIFA [...], foram efetuadas buscas na sede da FIFA, com o objetivo de confirmar indícios existentes e recolher novas informações".

As autoridades judiciais suíças limitaram-se a precisar que foram apreendidos documentos e material informático, mas uma porta-voz da FIFA adiantou que o principal alvo das buscas foi o gabinete do alemão Kattner, ex-diretor financeiro e secretário-geral adjunto da instituição.

Kattner, que chegou a substituir interinamente o francês Jérôme Valcke, na sequência da suspensão imposta ao antigo secretário-geral da FIFA, foi despedido no mês passado, com o organismo a alegar que o alemão recebeu bónus no valor de milhões de dólares relativos a contratos que escondeu do organismo.

Com agências

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".