sicnot

Perfil

George Michael 1963-2016

George Michael 1963-2016

George Michael 1963-2016

As homenagens de fãs e amigos a um "talento brilhante"

O cantor britânico George Michael morreu este domingo, aos 53 anos. Na morada que tinha em Oxfordshire, a cerca de 80 quilómetros de Londres e onde perdeu a vida, cedo se juntaram dezenas de seguidores do cantor britânico. Homenagens de anónimos e celebridades, como o amigo de longa data, Elton John, que o recorda como um "artista brilhante".

O anúncio da morte foi feito pelo assessor de relações públicas do músico, por volta das 23h00. Rapidamente, vários fãs reuniram-se junto à última morada do músico.

Tim Ireland

Tim Ireland

© Eddie Keogh / Reuters

© Eddie Keogh / Reuters

© Eddie Keogh / Reuters

Em Taiwan, o músico britânico foi homenageado numa manifestação em defesa do casamento homossexual.

© Reuters Staff / Reuters

Nas redes sociais, o Twitter foi o meio escolhido por amigos que são também colegas de profissão, como Elton John, Madonna ou Andrew Ridgeley, com quem George Michael formou os Wham!, nos anos 80, para reagir à morte do do ícone.

O compatriota e colega de profissão, Sir Elton John, recordou o "adorado amigo" como a "alma mais bela e mais generosa" e um "artista brilhante":

Madonna lamentou que "outro grande artista nos tenha deixado":

A apresentadora de televisão Ellen DeGeneres manifestou a sua tristeza pela morte de um "talento brilhante":

O também amigo Andrew Ridgeley, com o qual formou os Wham!, reagiu com tristeza e muitos elogios ao músico britânico, que "será amado para sempre".

George Michael vendeu mais de 100 milhões de discos durante os 35 anos de carreira. Aos 53, deixa um legado que continuará a perdurar neste e no próximo tempo.

CHRISTOPHER PARK

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.