sicnot

Perfil

George Michael 1963-2016

George Michael 1963-2016

George Michael 1963-2016

As homenagens de fãs e amigos a um "talento brilhante"

O cantor britânico George Michael morreu este domingo, aos 53 anos. Na morada que tinha em Oxfordshire, a cerca de 80 quilómetros de Londres e onde perdeu a vida, cedo se juntaram dezenas de seguidores do cantor britânico. Homenagens de anónimos e celebridades, como o amigo de longa data, Elton John, que o recorda como um "artista brilhante".

O anúncio da morte foi feito pelo assessor de relações públicas do músico, por volta das 23h00. Rapidamente, vários fãs reuniram-se junto à última morada do músico.

Tim Ireland

Tim Ireland

© Eddie Keogh / Reuters

© Eddie Keogh / Reuters

© Eddie Keogh / Reuters

Em Taiwan, o músico britânico foi homenageado numa manifestação em defesa do casamento homossexual.

© Reuters Staff / Reuters

Nas redes sociais, o Twitter foi o meio escolhido por amigos que são também colegas de profissão, como Elton John, Madonna ou Andrew Ridgeley, com quem George Michael formou os Wham!, nos anos 80, para reagir à morte do do ícone.

O compatriota e colega de profissão, Sir Elton John, recordou o "adorado amigo" como a "alma mais bela e mais generosa" e um "artista brilhante":

Madonna lamentou que "outro grande artista nos tenha deixado":

A apresentadora de televisão Ellen DeGeneres manifestou a sua tristeza pela morte de um "talento brilhante":

O também amigo Andrew Ridgeley, com o qual formou os Wham!, reagiu com tristeza e muitos elogios ao músico britânico, que "será amado para sempre".

George Michael vendeu mais de 100 milhões de discos durante os 35 anos de carreira. Aos 53, deixa um legado que continuará a perdurar neste e no próximo tempo.

CHRISTOPHER PARK

  • Captura ilegal de cavalos-marinhos na Ria Formosa
    3:02

    País

    Há cada vez menos cavalos marinhos na Ria Formosa. Cientistas da Universidade do Algarve dizem que a maior população desta espécie no mundo, que é a que existe na Ria Formosa, está ameaçada devido à captura ilegal para o mercado asiático. Dizem que, se nada for feito para travar este fenómeno, esta espécie protegida pode desaparecer em poucos anos.