sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Auditoria da Deloitte aponta para gestão ruinosa na exposição ao BES Angola

O segundo bloco da auditoria que a Deloitte conduziu ao BES indica que poderá ter havido "gestão ruinosa" na exposição do banco ao BES Angola (BESA), de acordos com o sumário executivo. 

"Na ausência de um racional económico que legitimamente justifique o aumento de exposição do BES ao BESA", este poderá "ser configurável como um potencial ato de gestão ruinosa", indica o texto.

Tal gestão potencialmente ruinosa terá sido desenvolvida "em detrimento dos depositantes, investidores e demais credores por parte dos membros do conselho de administração do BES com o pelouro do BESA", nota o bloco da auditoria forense que a Deloitte conduziu ao BES e às suas ligações com o BESA.

A auditoria nota ainda que se verificou a aprovação de várias operações de crédito do BESA junto do BES "por apenas um membro permanente (isto é, um administrador) do Conselho Diário e Financeiro de Crédito", o que contraria o normativo geral sobre a matéria.

Várias potenciais insuficiências ao nível do sistema de controlo interno do BES são também referidas pela Deloitte naquele que é o segundo bloco enviado pelo regulador, que pediu a auditoria, à comissão parlamentar de inquérito que avalia o caso BES e GES.

A comissão de inquérito teve a primeira audição a 17 de novembro passado e tinha inicialmente um prazo total de 120 dias, até 19 de fevereiro, mas foi prolongado por mais 60 dias.

Os deputados ouviram esta manhã o presidente do BPI, Fernando Ulrich, e escutam de tarde o vice-primeiro-ministro, Paulo Portas.

Os trabalhos dos parlamentares têm por objetivo "apurar as práticas da anterior gestão do BES, o papel dos auditores externos e as relações entre o BES e o conjunto de entidades integrantes do universo do GES, designadamente os métodos e veículos utilizados pelo BES para financiar essas entidades".

Lusa
  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.