sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Salgado diz que não pediu favores nas reuniões com políticos

O antigo líder do BES Ricardo Salgado disse esta quinta feira no parlamento que nas reuniões que manteve com políticos em 2014 não pediu favores mas procurou alertar os responsáveis para o "risco sistémico" que a queda do banco poderia causar.

(Lusa/Arquivo)

"Não fui pedir qualquer favor", sinalizou o ex-banqueiro, acrescentando que procurou nas reuniões com responsáveis políticos - casos do Presidente da República e do primeiro-ministro, entre outros - garantir "apoio institucional" para o BES e alertar para um eventual "risco sistémico".

"Infelizmente não estava enganado", prosseguiu Salgado, que falava na comissão de inquérito à gestão do caso BES e Grupo Espírito Santo (GES).

A exposição inicial de Ricardo Salgado teve cerca de uma hora, tendo arrancado pelas 15:10, ao passo que 60 minutos depois arrancou o primeiro bloco de perguntas, cabendo ao PSD, e ao deputado Carlos Abreu Amorim, fazer as primeiras questões.

A comissão de inquérito teve a primeira audição a 17 de novembro passado e a audição de hoje de Salgado é a primeira repetição nesta comissão.

A última audição prevista para a comissão de inquérito é a da ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, que prestará novo depoimento perante os deputados na próxima quarta-feira. 

Os trabalhos dos parlamentares têm por objetivo "apurar as práticas da anterior gestão do BES, o papel dos auditores externos e as relações entre o BES e o conjunto de entidades integrantes do universo do GES, designadamente os métodos e veículos utilizados pelo BES para financiar essas entidades".

Lusa
  • Salgado lança ataque ao Banco de Portugal

    Queda do BES

    O ex-líder do BES Ricardo Salgado disse hoje que só conheceu através da comunicação social a parte da auditoria forense da Deloitte já revelada, o que afirmou ser "inadmissível". O antigo banqueiro regressou esta tarde à comissão parlamentar de inquérito à gestão do BES e do Grupo Espírito Santo, começando por lamentar o "julgamento sumário" de que diz estar a ser alvo e lançou acusações ao Banco de Portugal. As medidas impostas pelo Banco de Portugal foram também visadas.

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • Avicii tinha deixado os palcos há 2 anos por motivos de saúde
    2:14
  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • Passageiros do voo da Southwest Airlines usaram as máscaras de oxigénio ao contrário

    Mundo

    Uma pessoa morreu e sete outras ficaram feridas esta terça-feira depois de um avião da Southwest Airlines ter aterrado de emergência no aeroporto de Filadélfia, nos Estados Unidos. Ao longo da semana várias pessoas ligadas à aviação fizeram comentários sobre a forma como os passageiros utilizaram as máscaras de oxigénio, como é o caso de Bobby Laurie, um ex-comissário de bordo.

    SIC

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Cultura

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Portugal compromete-se a enviar profissionais de saúde para África
    2:39
  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • Mágico comove audiência do Britain's Got Talent com a história de cancro da mulher e da filha
    5:16