sicnot

Perfil

Queda do BES

Governador do BdP quer resolver o problema dos lesados do BES até terça-feira

Governador do BdP quer resolver o problema dos lesados do BES até terça-feira

O Governador do Banco de Portugal quer resolver até terça-feira o problema dos clientes com papel comercial do Grupo Espírito Santo. A solução do Novo Banco, segundo apurou a SIC, passará por um plano de pagamentos a médio prazo.

  • Lesados exigem que o governador do BdP tome iniciativa de pagar papel comercial do GES
    0:47

    Queda do BES

    Os clientes que compraram papel comercial do Grupo Espírito Santo aos balcões do BES exigem que o governador do Banco de Portugal dê ordem para que o Novo Banco avance com o pagamento. Há milhares de lesados e diversas situações que precipitaram os investimentos. Há casos em que os clientes foram pressionados pelos gestores de conta e um, até, em que foi dada ordem para um investimento superior ao acordado.

  • Protesto de lesados do BES derruba gradeamento, PSP responde com cordão
    1:12

    Queda do BES

    Dezenas de clientes que subscreveram papel comercial do Grupo Espírito Santo (GES) estão hoje a manifestar-se em frente ao Centro de Congressos de Lisboa exigindo o dinheiro investido em papel comercial no BES. A certa altura, os manifestantes derrubaram a proteção metálica, o que obrigou a polícia a fazer um cordão de segurança. derrubaram hoje a proteção metálica, o que obrigou a polícia a fazer um cordão de segurança.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19