sicnot

Perfil

Queda do BES

Queda do BES

Queda do BES

Lesados do BES em protesto junto a balcão do Novo Banco no Porto

galeria de fotos

Cerca de 25 lesados do BES estão concentrados à porta do balcão do Novo Banco na avenida dos Aliados, no Porto, dando início a uma vigília para mostrar indignação por não serem reembolsados.

FERNANDO VELUDO/ LUSA

FERNANDO VELUDO/ LUSA

FERNANDO VELUDO; FERNANDO VELUDO / LUSA

FERNANDO VELUDO; FERNANDO VELUDO / LUSA

FERNANDO VELUDO/ LUSA

FERNANDO VELUDO/ LUSA

"Vamos continuar a luta até nos pagarem. Vendam ou não [o Novo Banco], estaremos sempre à porta, porque está aqui o nosso dinheiro e fomos enganados", afirmou à Lusa Rui Alves, um dos lesados presentes.

Com esta ação, os lesados pretendem reafirmar a força e não resignação, sendo sua intenção que a partir de hoje um pequeno grupo de pessoas continue a marcar presença naquele local com cartazes, em forma de protesto.

As instalações daquele balcão do Novo Banco foram encerradas, encontrando-se à porta cerca de cinco agentes da PSP.

Com bombos, apitos, um megafone e munidos de cartazes a pedir justiça, o grupo de lesados protesta, gritando: "A nossa causa é justa, vamos lutar por ela" e "Queremos as nossas poupanças".

José Monteiro, também lesado, admitiu que "o desgaste é já grande", começando "a desacreditar" que seja possível reaver o seu dinheiro.

"Sinceramente, as pessoas estão a perder a paciência. Começo a desacreditar, porque ao fim de tantos meses, de tanta luta ainda não há uma resposta", lamentou.

Lembrando que o presidente do Novo Banco, Stock da Cunha, "disse que ainda não atirou a toalha ao chão", José Monteiro defendeu que "se tem mesmo boas intenções e é o Banco de Portugal que não permite pagar, então deve demitir-se".

Rui Alves acrescentou à Lusa que a Associação de Lesados e Indignados do Papel Comercial do BES vai realizar no dia 4 de julho uma assembleia-geral para discutir e aprovar "uma nova proposta a apresentar ao Novo Banco, ao Banco de Portugal e à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários".

Sem adiantar pormenores, apenas disse que a reunião magna terá lugar em Minde, Alcobaça, distrito de Santarém.

Os lesados, com uma t-shirt amarela vestida com frases "Roubar é crime" e "Sejam honestos" inscritas a preto, prometem continuar o protesto à porta do Novo Banco nos Aliados até ao fecho do balcão.

Os lesados, que dizem ter perdido as suas poupanças, queixam-se de não terem sido bem informados do que estavam a comprar.

A 03 de agosto de 2014, o Banco de Portugal tomou o controlo do BES, após a apresentação de prejuízos semestrais de 3,6 mil milhões de euros, e anunciou a separação da instituição em duas entidades: o chamado 'banco mau' (um veículo que mantém o nome do BES e concentra os ativos e passivos tóxicos do BES, assim como os acionistas) e o banco de transição que foi designado Novo Banco.



Lusa


  • O melhor golo do 5.º dia de Mundial

    Desporto

    Numa escolha feita pelos jornalistas de desporto e do site da SIC Notícias, mostramos-lhe o melhor golo deste quinto dia de Mundial. Foi apontado por Dries Mertens, na vitória da Bélgica sobre o Panamá por 3-0.

  • Rui Patrício confirmado no Wolverhampton

    Desporto

    O Wolverhampton anunciou esta segunda-feira a contratação do guarda-redes Rui Patrício, depois da rescisão com o Sporting. O guarda-redes da seleção nacional assinou contrato com o clube inglês por quatro épocas.

    SIC

  • Novo treinador do Sporting diz que mulheres não estão preparadas para falar de futebol
    1:23
  • Salto de Cristiano Ronaldo inspira dança afro-beat

    Desporto

    Uma música humorística afro-beat, publicada nas redes sociais e inspirada nos saltos de Cristiano Ronaldo quando marca golos, está a ser replicada na internet com dezenas de coreografias filmadas, muitas das quais em França.

  • Ronaldo no País dos Sovietes: As religiões praticadas na Rússia
    1:55
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Merkel tem duas semanas para negociar solução para crise migratória

    Mundo

    A chanceler alemã tem duas semanas para negociar com os parceiros europeus uma solução para a questão migratória e assim evitar uma crise política. O ultimato foi dado pelo CSU, o partido da Baviera que integra a coligação governamental. Ao contrário de Angela Merkel, defende uma política para os refugiados mais estrita.

  • Pai de Meghan Markle lamenta ser "nota de rodapé" no casamento real
    2:03
  • Quando as crianças fazem das suas... os pais é que pagam

    Mundo

    Quando as crianças fazem das suas, restam os pais para as castigar ou, em alguns casos, para sofrer as consequências desses atos. Quem o pode dizer é um casal norte-americano, que recebeu uma fatura de 132 mil dólares (cerca de 114 mil euros), depois de o filho ter derrubado uma estátua num centro comunitário.

    SIC